logo

Conecte conosco

Rússia liberta Testemunha de Jeová preso há cinco anos

Após passar cinco anos preso na Rússia por causa de sua fé, o dinamarquês Dennis Christensen foi libertado no último dia 24 de maio. Segundo líderes das Testemunhas de Jeová, ele foi preso em maio de 2017, quando a polícia invadiu uma reunião religiosa pacífica em que ele participava..

Dennis estava entre as primeiras Testemunhas de Jeová presas na Rússia após a decisão da Suprema Corte do país que proibiu as atividades desse grupo religioso em abril de 2017. Elas foram acusadas, sem nenhum fundamento, de praticarem atividades extremistas. Esse ataque à liberdade de religião tem resultado em diversas violações de direitos humanos durante os últimos cinco anos.

De acordo líderes das Testemunhas de Jeová,  continuam sendo perseguidas, torturadas e presas injustamente na Rússia. A liberdade de Dennis, porém, trouxe alegria e otimismo não só para sua esposa, Irina, mas também para as Testemunhas de Jeová e outras pessoas no mundo todo que valorizam a liberdade de crença e religião.

Veja outros detalhes sobre o que aconteceu com Dennis Christensen nesse vídeo disponível no site jw.org: Prisão de Dennis Christensen na Rússia.

Testemunhas de Jeová na Rússia, dados atualizados em 24/05/2022:

Presas: 91

Em prisão domiciliar: 23

Perseguidas/acusadas: 625

Porta-voz local das Testemunhas de Jeová: Fábio Pereira

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.