logo

Conecte conosco

Rede de Saúde Mental define novo fluxo de atendimento para municípios da Região da Ilha do Bananal

A Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi, por meio do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS I e CAPS AD III, realizou na manhã desta sexta-feira, 01, uma reunião com os gestores de saúde de alguns municípios para debater e reorganizar os fluxos e processos de atendimento, além do perfil de pacientes dos municípios circunvizinhos, que fazem parte da região de saúde Ilha do Bananal, e são atendidos nos CAPS, em Gurupi.

O município de Gurupi é considerado referência para a região Ilha do Bananal, que contempla 17 municípios. Isto significa que, as demandas de saúde que estas cidades não conseguem atender, seja em termos de estrutura ou serviços, são encaminhados para Gurupi. Como é o caso dos serviços relacionados à saúde mental. Muitos destes municípios ainda não possuem estrutura adequada ou profissionais suficientes para atender demandas específicas no local.

O secretário de saúde de Gurupi, Sinvaldo Moraes, participou da abertura da reunião e enfatizou a necessidade de implementar um novo fluxo de atendimento com os demais municípios. “Precisamos estabelecer novos critérios de atendimento para os municípios da Região de Saúde da Ilha do Bananal, além de avançar na implementação de melhorias nos serviços dos pacientes do CAPS. É urgente trabalharmos pela abertura do CAPS infantil e outras demandas”, enfatizou Sinvaldo.

Neste sentido, os serviços e os equipamentos municipais para atender a área, precisam estar em constante alinhamento e ajuste na capacidade e qualidade de atendimento.

De acordo com o coordenador de saúde mental de Gurupi, Ricardo da Silva de Jesus, a realização desta reunião também vem ao encontro da necessidade de debater sobre a implementação de futuros programas que poderão ser regionalizados, além de vislumbrar uma nova perspectiva de avanço para a área da saúde mental. “Estamos num momento de construção do Plano Nacional de Saúde Mental de Gurupi e precisamos dialogar com os demais municípios da regional. O objetivo é buscar alternativas para melhorar, ampliar e fortalecer os serviços”, afirmou Ricardo.

“A demanda em Gurupi tem aumentado consideravelmente, então o debate acerca da atuação na área da saúde mental, em nível municipal e regional, é fundamental para avançarmos em melhorias e novos programas que ampliem o atendimento aos pacientes”, destacou Ricardo.

Atualmente, os CAPS de Gurupi atendem uma média de 30% de pacientes de outros municípios sem receber nenhuma contrapartida financeira da área. De acordo com o coordenador, essa reorganização e debate de fluxos e processos também servirão para adequar os serviços de forma que os demais municípios se tornem mais autônomos na área da saúde mental.

A secretária de saúde de Santa Rita, Viviana Naves Sales, participou da reunião com o intuito de implementar melhorias nos serviços do CAPS do município. “Estamos aqui para buscar melhorias de acesso aos pacientes da nossa comunidade, além de fortalecer a parceria com a Regional de Gurupi” reforçou Viviana.

Novo fluxo de atendimento à pacientes de outros municípios

Na oportunidade, ficou definido que a partir de 1º de agosto de 2022, o CAPS I e CAPS AD III de Gurupi irão atender aos pacientes dos municípios da região Ilha do Bananal via Regulação Municipal. Isto é, a partir de agora os pacientes que não residem em Gurupi, deverão primeiramente passar pela avaliação médica da Unidade Básica de Saúde – UBS da sua cidade e, havendo necessidade de serviços que o município não dispõe, a secretaria de saúde do seu município fará o encaminhamento para o CAPS de Gurupi. Atualmente, o atendimento é realizado direto entre o CAPS de Gurupi e o paciente do outro município.

Segundo o Coordenador do Caps de Gurupi, com esse novo fluxo os gestores terão mais controle e monitoramento de pacientes e suas demandas.

Participaram da reunião, gestores e representantes da área da saúde das cidades: Jaú do Tocantins, Palmeirópolis, Araguaçu, Dueré, Sucupira, Cariri do Tocantins, Peixe, Formoso do Araguaia, São Valério, São Salvador, Santa Rita, Aliança do Tocantins e Hospital Regional de Gurupi – HRG.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.