logo

Comissão de Saúde deve definir medidas de prevenção contra coronavírus

A pandemia do coronavirus (covid-19) no mundo com aumento de casos no Brasil foi um dos assuntos abordados na sessão desta quinta-feira, 12.

O deputado Elenil da Penha (MDB) sugeriu que a Comissão de Saúde da Casa, presidida pela deputada Valderez Castelo Branco (PP) realize uma reunião com um médico infectologista e técnicos da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau) para prestar informações a respeito do covid-19 e orientar a Casa sobre medidas preventivas. A suspensão de audiências e eventos foi cogitada pelos parlamentares.

A declaração da pandemia de coronavirus pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e a mudança de classificação obriga os países a tomar atitudes preventivas. No Tocantins ainda não foi diagnosticado nenhum caso confirmado, mas a Sesau declarou que está preparada e já apresentou seu plano de contingenciamento para tratar casos suspeitos do novo vírus.

Elenil apresentou requerimento solicitando à Sesau informações sobre o coronavírus e orientações sobre medidas preventivas. “É importante que o poder público defina um plano estratégico contemplando as medidas que serão tomadas na hipótese de haver contaminação pelo vírus”. Ele sugeriu que o Parlamento seja orientado pelos técnicos da Sesau a respeito de recomendação de suspensão de ações voltadas ao público externo e outras ações necessárias.

O deputado Zé Roberto também demonstrou preocupação com a rápido surgimento de novos casos no Brasil e alertou que a Assembleia precisa se organizar com medidas preventivas, com suspensão de audiências, eventos e até sessões se for preciso. “Não podemos ignorar uma doença tão grave como essa, em Brasília as escolas já estão suspendendo as aulas e o Congresso Federal já está tomando medidas, suspenderam as sessões, até viagens para evitar a contaminação desse vírus, aqui na Assembleia precisamos nos prevenir também”.

Reunião

O presidente da Casa, Antonio Andrade (PTB), vai participar ainda hoje às 16 horas de reunião para a instalação do gabinete de crise, em função do novo coronavírus. O objetivo é definir ações de prevenção ao convid-19 no Tocantins. As ações, vale destacar, são preventivas, já que o Estado é um dos que ainda não registraram casos da doença, apesar das suspeitas já analisadas e descartadas.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.