logo

Carnaval de Taquaruçu resgata os blocos tradicionais

Tem opções para todos os foliões: dos irreverentes aos apaixonados pelo circo e os que não dispensam a participação de toda a família

Se você foca o carnaval nos shows pode crer que está deixando de fora a melhor e mais importante parte dessa festa: o carnaval de rua. Em Taquaruçu, blocos tradicionais foram resgatados para a folia, preservando o trabalho já realizado há alguns anos pelas tradicionais organizações culturais do Distrito de Taquaruçu, como o Canto das Artes e Circo Os Kaco.

Vários grupos culturais e artísticos, blocos de foliões, já se enchem de expectativa para ocupar as ruas do distrito, embalados por muita música, arte e festejos, sempre prontos para cantar e dançar.

Resgate do carnaval de rua

“No Bloco Batucanto, aqui do Cantos das Artes, tá todo mundo no clima, animado e preparando as fantasias. Esperamos muitos foliões para cair na festa!”, declara Betânia Luz, coordenadora da tradicional entidade cultural do distrito. Ela conta que o bloco surgiu da ideia de resgatar a cultura do carnaval de rua, das marchinhas, dos hits do Tocantins e da região e os outros hits do Brasil. “Começou de forma bem simples, em 2005, e cresceu com as oficinas oferecidas para a comunidade”, explicou. “Agora conseguimos organizar e montar um trabalho mais diferenciado, legal, organizado, com adesão de muita gente”, disse. As atrações do bloco são as matinês que acontecerão no Canto das Artes, das 15h às 19h. No sábado e domingo também tem um cortejo que parte às 19 horas, em parceria com a Trupe-Açú, até a Praça Maracaípe. O diferencial do bloco é ser composto em sua maioria por crianças e suas famílias, e uso de bastante material reciclável para compor suas alegorias e enfeites transformando o lixo em luxo.

O Bloco Pernaltas também se prepara para a folia. Também parceiro do Canto das Artes e da Trupe-Açú, promete trazer a magia do circo para dentro do carnaval. O tema desse ano é “Subir na vida é fácil, o difícil é manter”, com o propósito de colocar o folião para refletir sobre a comunhão entre as pessoas e a ajuda mútua. “Nosso carnaval de rua é para a família, com muita cultura e diversão. Vamos nos concentrar todos os dias e no último vamos apresentar também o espetáculo “As charlatonas”, que acontecerá no Canto das Artes”, explicou a fundadora Ester Monteiro. A expectativa é receber cerca de 5 mil pessoas no bloco, que concentra sempre no Canto das Artes e o cortejo segue depois pelas principais ruas do distrito, conduzido por artistas em pernas de pau.

Tem circo e chambari no carnaval

Marcela Putrini, do Circo Os Kaco, conta que os tambores do tradicional Bloco Socapino já foram reformados e afinados para os ensaios que começam nesta segunda, 10, sob a batuta do professor de percussão Zeck Mutamba. “A programação do circo também vai ser uma oportunidade para as famílias aproveitarem o carnaval juntas, com eventos divertidos, aventuras circenses e muita educação ambiental”, explica.

O Bloco Chambari da Madrugada já está pegando fogo, com anúncio da programação de shows e cortejos para os dias 22 e 23, sábado e domingo. “Simbora, meu povo, brincar com a gente aqui na Toca do Chambari. A concentração começa a partir das três da tarde”, convida animada a coordenadora Karla Oliveira.

As irreverentes Guaxinetes

O nome Guaxinetes é uma homenagem a um bar tradicional do distrito, o Guaxinim, e essa turma é formada por uma galera que gosta de fantasia. “Há quatro anos reunimos os amigos para brincar no carnaval das Guaxinetes, todo mundo vestido de mulher. Queremos é passar o dia todo bebendo, cantando e se divertindo! (risos) A concentração é na casa do coronel Vilas Junior, onde a gente também se arruma com ajuda das nossas esposas. Depois vamos pra rua brincar de forma sadia pra curtir o carnaval como antigamente, com apenas um carro de som, seguindo até a Praça Maracaípe. Quem quiser, pode se juntar conosco”, convidou um dos fundadores, Alexandre Chagas.

Sobre o Carnaval de Taquaruçu

O Carnaval de Taquaruçu este ano acontecerá de 21 a 25 de fevereiro, com shows musicais diários, cortejos carnavalescos e competições de fantasias e blocos mais animados. Na praça central, onde acontecerão grande parte dos shows, uma mini-feira gastronômica vai abastecer os foliões com comidinhas e bebidas.

Segundo Kênia Borges, do Coletivo de Eventos de Taquaruçu, que concebe o projeto carnavalesco do distrito este ano, a ideia é criar a Rota da Folia na Serra, reconhecendo as manifestações tradicionais como as marchinhas carnavalescas, forró pé de serra, blocos de foliões, fantasias, artesanato e história local.  “Temos dois apoios importantes nas comemorações deste ano: do vereador Major Negreiros e da Prefeitura Municipal de Palmas, que com sensibilidade perceberam a importância dessa festa para a nossa comunidade e através de atos administrativos e  emenda parlamentar, nos permitiram recursos para a estruturação desse conjunto de eventos.  Vamos estabelecer uma conexão entre passado e presente e, principalmente, a união da comunidade, valorizando o que ela tem de melhor. Será um carnaval unificado, lúdico e familiar, preservando o trabalho já realizado há alguns anos pelas tradicionais organizações culturais do Distrito de Taquaruçu, como o Canto das Artes e Circo Os Kaco”, explicou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.