logo

Aposentado com nódulo grande no pescoço não consegue cirurgia e chora: ‘Dói demais’

Nódulo cresce a cada dia e Dalvo Gomes não consegue movimentar o pescoço. Mesmo enquadrado em prioridade alta, o paciente não consegue procedimento pelo SUS.

O aposentado Dalvo Gomes da Silva, de 71 anos, está sofrendo por não conseguir fazer uma cirurgia para a retirada do caroço gigante no pescoço. Morador de Gurupi, no sul do estado, o idoso conta que já fez todos os exames necessários, mas mesmo assim não recebe uma resposta positiva ao ir nos hospitais públicos. O homem chora de dor e por não saber mais a quem recorrer. “Dói demais”.

O caroço, que começou do tamanho de um limão, só cresce. Em setembro deste ano a TV Anhanguera mostrou o drama da família e na época a Secretaria Estadual da Saúde informou que o paciente estava na nona posição da fila de espera para realizar a cirurgia, mas até agora nada foi feito e o problema só aumenta.

O aposentado Dalvo Gomes da Silva, de 71 anos, está sofrendo por não conseguir fazer uma cirurgia para a retirada do caroço gigante no pescoço. Morador de Gurupi, no sul do estado, o idoso conta que já fez todos os exames necessários, mas mesmo assim não recebe uma resposta positiva ao ir nos hospitais públicos. O homem chora de dor e por não saber mais a quem recorrer. “Dói demais”.

O caroço, que começou do tamanho de um limão, só cresce. Em setembro deste ano a TV Anhanguera mostrou o drama da família e na época a Secretaria Estadual da Saúde informou que o paciente estava na nona posição da fila de espera para realizar a cirurgia, mas até agora nada foi feito e o problema só aumenta.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.