logo

AL aprova projeto de lei que obriga prestadoras de serviços a identificar funcionário em atendimento

Um Projeto de Lei de autoria do deputado estadual Issam Saado (PV) foi aprovado pela Assembleia Legislativa (AL-TO) nesta terça-feira, 3. O PL de número 207/2019 obriga as prestadoras de serviços a informarem, com no mínimo uma hora de antecedência, o nome do funcionário que executará o serviço em residências ou sedes de seus contratantes.

A informação deve ser enviada via telefone celular, com foto, sempre que possível. Para o deputado autor do Projeto de Lei, a ação irá garantir mais segurança ao consumidor. “São recorrentes casos de pessoas mal intencionadas se passarem por trabalhadores de empresas de telefonia, internet ou reparos, por exemplo, e adentrarem a residência de famílias. Com esta lei, queremos garantir mais segurança às famílias quando contratarem o tipo de serviço”, afirmou.

A lei considera como empresas prestadoras de serviços as de telefonia e internet, televisão, reparos elétricos ou eletrônicos, autorizadas de aparelhos domésticos, concessionárias de energia elétrica, fornecedoras de gás e empresas de seguro. A pena para as empresas que não cumprirem a lei será multa prevista no Código de Defesa do Consumidor. O Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade entre os deputados estaduais do Tocantins na última semana. Agora a matéria será encaminhada para apreciação do governador. Se sancionada, passará a valer no prazo de 90 dias.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.