logo

Professora Mônica Reis externa sua vocação pela pedagogia

É preciso ter a confiança de que a educação transforma, molda, nutre a vida deles. Por isso a necessidade de se trabalhar com determinação e amor ao que fazemos.

No Mês em que antecede o dia do “PROFESSOR”, a reportagem do Portal do Amaral conversou com a professora Mônica Reis de Moura Batz que há 15 anos trabalha na educação e a 7 no Instituto Presbiteriano Araguaia onde se sente orgulhosa de poder contribuir de forma significativa com vida daqueles que serão o futuro do amanhã.

Formada em Pedagogia e em Letras, tendo especialização na área de planejamento Educacional, Mônica Reis de Moura Batz têm 15 anos de magistério e, durante esse tempo, já atuou nas áreas de Educação Infantil, e Ensino Fundamental primeira fase, permeando entre instituições particulares, municipais e estaduais.  Atualmente, trabalha com os oitavos e nonos anos com as disciplinas de Língua Portuguesa e Redação no Instituto Presbiteriano Araguaia da cidade de Gurupi, onde leciona há 7 anos.

Para Mônica, ser professora é algo que sempre ela desejou. “É gratificante poder contribuir para o crescimento intelectual das crianças e jovens. Mas nem sempre é fácil, pois a sociedade vive uma crise de valores e isso reflete diretamente nos educandos, o que torna o nosso trabalho árduo”, destacou a professora.

Entretanto, Mônica Reis assegura que é preciso ter a confiança de que a educação transforma, molda, nutre a vida deles. Por isso a necessidade de se trabalhar com determinação e amor ao que fazemos.

Reis nutri a esperança de que os profissionais da educação sejam mais valorizados financeiramente e moralmente, a fim de que sua vocação seja bem-sucedida e que, a cada ano letivo os professores tenham mais convicção de que escolheram a carreira certa.

“É preciso um olhar atencioso do poder público, dos gestores e da sociedade para a escola. Cada um fazendo a sua parte, poderemos construir uma educação de qualidade”, finalizou a professora.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.