logo

Professora de Guaraí mostra como a aprendizagem melhorou com a presença dos pais na escola

O projeto denominado Eu motivo, você acompanha, seu filho aprende, é um dos inscritos no Selo Quem Educa, Faz!

Uma ação que proporcionou ótimos resultados no ensino e na aprendizagem, e que foi desenvolvido pelo Colégio da Polícia Militar – Unidade VIII – Dona Anaídes Brito Miranda, localizado em Guaraí, é o projeto Eu motivo, você acompanha, seu filho aprende, conhecido como o projeto da Pastinha.

Esse projeto foi desenvolvido pela professora de língua portuguesa, Lilian Pires de Oliveira Moura, e os resultados foram tão bons, que é uma das iniciativas inscritas no Selo Quem Educa, Faz! uma ação da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, que objetiva valorizar o trabalho que está sendo realizado nas escolas.

Como forma de ajudar os alunos que apresentaram dificuldades em leituras e interpretação de textos, foram criadas aulas extras, com atividades diferenciadas para que os estudantes compreendessem melhor os conteúdos. Cada aluno recebeu uma pastinha com novas tarefas ou leituras.

Para que os estudantes se envolvessem mais com as tarefas, a escola além de realizar reuniões com os pais, organizou aulas especiais para eles, principalmente, para aqueles que apresentavam dificuldades de acompanharem as tarefas dos seus filhos. Alguns pais também tiveram aulas de tecnologia e de conteúdos midiáticos de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Com isso, os pais passaram a ajudar mais os filhos, e todos foram aprovados. No final do ano, a escola promoveu uma formatura com os alunos, como forma de valorizar o esforço de cada um.

A professora Lilian aponta resultados. “A aprovação dos alunos que tinham dificuldades, melhor interação da escola com a família e a desenvoltura dos alunos que melhoraram na oratória”, frisou. Lilian explicou que esse projeto surgiu a partir da necessidade de ajudar os alunos do 6º ao 7º ano do ensino fundamental que tinham dificuldades de aprendizagem. E para envolver os pais nas tarefas da escola, foi realizada, primeiramente, uma palestra motivacional com a presença de psicólogos. “A parte que mais gostei desse projeto, foi a sede dos pais de aprenderem alguma coisa. Isso representou uma experiência significativa na vida profissional e foi muito marcante”, comentou.

Este ano, como a unidade escolar passou a ser administrada pela Polícia Militar, a família está mais presente na escola, e o projeto continua sendo executado, com algumas modificações, visando aperfeiçoar a leitura e a produção de textos.

A estudante Maria Eduarda Felipe de Oliveira contou que gostou muito de participar do projeto. “Tirei as dúvidas que tinha, melhorei a leitura e a compreensão dos textos. E foi importante ter os nossos pais presentes na escola, na festa de formatura”, ressaltou.

O estudante Carlos Eduardo, aluno do 7º ano do ensino fundamental, também comentou sobre o projeto. “Eu aprendi mais, e o que gostei foi ver os meus pais participando das aulas, que eram realizadas à noite”, comentou.

Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227 / WhatSapp: (63) 98471-7540

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.