logo

Presidentes do Sindepol/TO e da CCJ debatem Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados

Isonomia para a aposentadoria policial foi destaque na pauta da reunião

Dando sequência aos trabalhos de negociações em Brasília, acerca da Reforma da Previdência, o presidente do Sindicato dos Delegados do Tocantins (Sindepol/TO) e atual presidente da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil (Fendepol), Mozart Felix, foi recebido nesta quarta-feira, 12, na Câmara dos Deputados, pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), o deputado federal, Felipe Francischini.

O encontro contou também com a presença do presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ), Rafael Sampaio e com o Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Goiás, Adriano Sousa Costa. Juntos traçaram estratégias para a garantia dos direitos da aposentadoria policial que foram apresentadas ao presidente da CCJ. Mozart afirma que o encontro foi produtivo e traz novidades. “Estamos confiantes, pois o presidente da CCJ, Felipe Francischini nos garantiu que vai buscar regras isonômicas para a aposentadoria tanto dos Policiais Civis, quanto dos Policiais Militares, ou seja, a regra dos militares será aplicada aos civis”, comenta satisfeito. 

Após o encontro, os Delegados se reuniram com os presidentes da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná (Adepol/PR) e do Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná (Sindepol/PR), Daniel Fagundes e Cláudio Marques. Ainda nesta quinta-feira,13, está prevista a apresentação do relatório da Reforma da Previdência na Comissão Especial.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.