logo

Polícia Civil prende em Araguaína suspeito de extorsão, sequestro e homicídio

Sequestro ocorreu em maio e homicídio em junho passado em Araguaína.

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP, prendeu na tarde desta quarta-feira, 11, em Araguaína, no Norte do Estado, um homem com iniciais M. A. L. do N., de 23 anos. Segundo a Polícia Civil, o homem é suspeito de ser integrante de um grupo responsável por um crime de extorsão seguido de sequestro e, posteriormente, o homicídio de um comparsa do sequestro.

De acordo com a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos – DRR de Araguaína, no dia 27 de maio deste ano, um produtor rural, foi atraído com a falsa promessa de compra de tratores a preços bem acessíveis.  Porém, o homem foi abordado no Bairro Itapuã em Araguaína. Após o sequestro a vítima foi levada para a zona rural da cidade, sendo que os sequestradores exigiram a quantia de R$ 70 mil reais por sua libertação.

Durante o translado da zona rural para o cativeiro, a vítima conseguiu fugir do veículo em que era levada e se livrar dos sequestradores, fugindo a pé. De acordo com o delegado titular da DHPP, Guilherme Coutinho, mesmo com o insucesso do sequestro, os suspeitos conseguiram subtrair uma quantidade de dinheiro da vítima e foi este o motivo de uma desavença entre os dois. “No dia 12 de junho o autor foi na residência da vítima e o executou com disparos de arma de fogo. Representamos pela prisão, mas ele se evadiu da cidade. Continuamos monitorando e no início da semana tivemos a informação de que ele havia voltado para a cidade. Assim, conseguimos localizá-lo e dar cumprimento ao mandado de prisão”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, após os procedimentos cabíveis, o homem foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína – CPPA.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.