logo

Polícia Civil prende dois homens suspeitos de praticar roubos em Paraíso do Tocantins

Homens presos são suspeitos de cometer vários assaltos durante a noite de segunda-feira, em Paraíso do Tocantins

Policiais Civis da 1ª Delegacia de Polícia de Paraíso do Tocantins, coordenados pelos delegados José Lucas Melo e Lucas Kertz, elucidaram, nesta terça-feira, 27, quatro crimes de roubo à mão armada que ocorreram na noite da última segunda-feira, nos setores Pouso Alegre e Interlagos. Conforme o delegado José Lucas, os indivíduos de iniciais V.E.R e H.A.L foram autuados pela prática de vários roubos à mão armada e foram localizados após intensas diligências realizadas pela Polícia Civil durante toda essa terça-feira.

Ainda segundo o delegado, entre 21h30 e 23h, os suspeitos, armados com revólveres e conduzindo uma motocicleta, abordaram vítimas, e mediante grave ameaça e utilizando de extrema violência, roubaram vários aparelhos celulares. Inicialmente, no setor Pouso Alegre, onde V.E.R e um outro indivíduo subtraíram os celulares e  fugiram tomando rumo ignorado.

Pouco tempo depois, V.E.R, agora na companhia de H.A.L, foi para o setor Interlagos, onde, juntos abordaram algumas pessoas e, também com uso de armas de fogo e grave ameaça, subtraíram mais alguns aparelhos celulares e fugiram em seguida. Logo após tomar conhecimento dos fatos, as equipes da 1ª DPC de Paraíso iniciaram as diligências e conseguiram localizar o paradeiro dos dois suspeitos, efetuar a prisão e recuperar alguns aparelhos celulares roubados.

Os dois foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, onde V.E.R foi autuado em flagrante pela prática de quatro crimes de roubo majorado com emprego de arma de fogo e H.A.L também foi autuado em flagrante por duas vezes pelo mesmo crime. Vale ressaltar, que V.E.R estava em liberdade condicional pela prática do crime de roubo e H.A.L também cumpria pela em regime semiaberto por condenação por crime de tráfico de drogas.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os dois indivíduos foram recolhidos à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. As investigações vão continuar até esclarecer se há mais envolvidos na prática dos ilícitos.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.