logo

Conecte conosco

MPTO obtém condenação de 16 membros de facção criminosa por ataques a ônibus em três cidades do Estado

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Tocantins, obteve na Justiça a condenação de 16 integrantes da facção criminosa Comando Vermelho por ataques a ônibus e a prédios públicos ocorridos em junho de 2018 em Palmas, Rio Sono e Araguaína. A sentença foi proferida nesta segunda-feira, 10, pela 1ª Vara Criminal da capital.

Segundo denúncia do Ministério Público, os ataques ocorreram depois que dois membros da facção morreram em confronto com a polícia.

De acordo com os promotores que atuaram no caso, as mortes dos integrantes do Comando Vermelho, somadas à ‘guerra’ travada contra a facção rival PCC (Primeiro Comando da Capital), fizeram com que a organização criminosa “tramasse um plano de ataque a instituições de segurança pública e ônibus do transporte escolar e público, com o objetivo de enaltecer a organização e chamar atenção do poder público, perpetrando terror no meio social”.

Os ataques partiram de membros do Comando Vermelho que estavam presos e fora das unidades prisionais. As ações criminosas ocorreram em cidades onde o Comando Vermelho possuía maior atuação.

Nove acusados foram condenados por crime contra a incolumidade pública e sete por integrar associação criminosa.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.