logo

Irene Rodrigues é a nova prefeita de Araguanã eleita na manhã de hoje na eleição indireta

Ela é a quarta pessoa a assumir o cargo em menos de quatro anos; prefeito eleito havia renunciado. Nova chefe do executivo local era vice-presidente da Câmara Municipal e cumprirá mandato tampão até 31 de dezembro.

Irene Rodrigues (PSD) foi eleita nova prefeita de Araguanã, cidade que fica na região norte do Tocantins. Ela foi a mais votada por vereadores em uma eleição indireta e vai ficar no comando da cidade durante o mandato tampão, que vai até 31 de dezembro deste ano. A vice-prefeita é Maria de Lourdes Fortaleza (DEM).

A eleição foi na manhã deste domingo (2) na Câmara Municipal. Foi necessário convocar a votação porque o prefeito eleito, Fernando Luiz dos Santos (PSD), renunciou ao cargo ainda em 2017 e outros dois gestores interinos morreram recentemente. Irene, que era vice-presidente da Câmara de Vereadores, já estava à frente da Prefeitura, também como interina, desde o final de junho. Ela é a quarta pessoa a assumir o cargo em menos de quatro anos.

Oito parlamentares escolheram a prefeita em votação aberta, durante uma sessão extraordinária, e a decisão foi unânime. Esta é a primeira vez que uma mulher é eleita na cidade.

Além de Irene Rodrigues, a ex-primeira-dama do município, Raimunda da Silva Leite (PSC) e o vice Cícero Alves Sousa (PSC) também concorreram aos cargos. A segunda chapa não recebeu nenhum voto.

Após ser eleita, Irene Rodrigues disse que espera enfrentar desafios e afirmou que resolver pendências do município. Sobre o combate ao novo coronavírus, a prefeita disse que vai continuar ações para evitar novos casos da doença.

“Já estamos fazendo o possível e o impossível. Temos o decreto do uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento e isolamento. A prioridade é tratar bem nossa comunidade, em especial nossos servidores públicos”, disse Irene Rodrigues.

Sessão extraordinária escolheu nova prefeita de Araguanã — Foto: Claudemir Macedo/TV Anhanguera

Sessão extraordinária escolheu nova prefeita de Araguanã — Foto: Claudemir Macedo/TV Anhanguera

Entenda

A votação foi convocada porque o prefeito eleito em 2016, Fernando Luiz dos Santos (PSD), renunciou ao cargo ainda em 2017 e o vice-prefeito Hernandes Neves de Brito (DEM), que assumiu desde então, morreu vítima de coronavírus após ficar um mês internado.

Após a internação de Hernandes Neves, a cadeira de prefeito chegou a ser assumida interinamente pelo vereador Cícero Cruz de Araújo (PDT), presidente da câmara, mas ele também morreu após passar mal em um restaurante. Desde então a vereadora Irene Rodrigues assumiu o cargo.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.