logo

Conecte conosco

Homem mata ex-companheira a facadas e é morto pelo filho de 13 anos

Na manhã desta segunda-feira, 06, uma tragédia se abateu sobre uma família de Sapucaia, no sudeste paraense, quando duas mortes que chocaram os moradores do pequeno município foram registradas. Gildemar dos Santos Alves, de 38 anos, matou a ex-esposa, Vilma Lino do Espírito Santo, de 35, por não aceitar o fim do relacionamento. Ao ver a cena, o filho do casal, de apenas 13 anos, acabou matando pai, fugindo logo em seguida.

Segundo o 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com sede em Xinguara, o crime foi por volta das 6h. O sargento Teles, que comanda o 85º Pelotão em Sapucaia, informou que os crimes aconteceram por volta das 6h. Vilma estava separada de Gildemar e, inclusive, havia registrado várias ocorrências por violência contra ele. Mesmo com uma medida protetiva que proibia a aproximação do homem, o casal reatou o relacionamento, mas a mulher rompeu novamente por conta das inúmeras brigas.

“Parece que ele bebeu ontem e hoje, cedinho, foi na casa dela. Ele puxou ela pra fora e esfaqueou”, relata o sargento Teles, sobre o primeiro crime do dia, um femincídio, praticado contra Vilma na frente de sua casa, no Setor Bela Vista. Ao ver sua mãe sendo retalhada pelo pai, o adolescente, que provavelmente já vira as cenas de violência antes, agiu e atingiu Gildemar com uma tijolada. Em seguida, ele pegou a faca usada para tirar a vida da mãe e desferiu vários golpes no feminicida. Órfão, o menino fugiu.

Quando a PM chegou à cena dos crimes, ambos já estavam mortos. Até o meio da manhã, o pelotão seguia tentando localizar o menino, que deve ser levado para atendimento na Polícia Civil e Conselho Tutelar. A tragédia familiar chocou profundamente a região e o caso segue em acompanhamento pelas autoridades.
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.