logo

Greve dos profissionais da Adapec-TO segue por tempo indeterminado

Os profissionais da Adapec nos 139 municípios do Estado suspenderam os serviços a partir desta terça-feira, 16, por tempo indeterminado. Hoje os servidores de Palmas realizaram ato de manifestação em frente a sede da Adapec.
Conforme o Sindicato dos Profissionais de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Sindagro) decisão foi necessária devido a situação precária de trabalho dos servidores, problemas estruturais nas unidades, falta de veículos, combustível, falta de internet, falta de materiais básicos de expediente e de limpeza.

Também está em atraso o ressarcimento de despesa dos servidores, que é um direito garantido por lei. Além disso, os servidores carecem de cursos e capacitações para aprimoramento.

Conforme o presidente do Sindagro, Wiston Gomes, a greve está instaurada até que o governo proponha um plano de reestruturação das condições de trabalho, que sejam quitados os atrasos do ressarcimento de despesa dos servidores. “Tentamos dialogar via ofício e presencialmente com a administração pública estadual, mas sem sucesso. Por isso a greve foi necessária, esta seria a última instância que iríamos recorrer, mas o ato foi necessário para sensibilizar o governo ante a situação precária de trabalho dos servidores”, afirmou.

Devido à paralisação, vários serviços serão afetados:
1) emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), indispensável para o transporte de animais;
2) fiscalização em trânsito, eventos, lojas agropecuárias, feiras, exposições e leilões;
3) fiscalização nos postos de divisa do estado;
4) recebimento de comunicado de vacinação contra a Febre Aftosa;
5) inspeção;
6) atendimento aos produtores e vários outros serviços.
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.