logo

Escolas do Campo participam do Selo Quem Educa, Faz!

Das 46 unidades escolares do campo existentes no Tocantins, 41 delas já apresentaram projetos, com temas que vão desde a promoção da leitura a experimentos científicos 

Como forma de valorizar as ações realizadas nas escolas, a Secretaria da Educação, Juventude e Esportes do Tocantins (Seduc) lançou o Selo Quem Educa, Faz! que está com inscrições abertas. Das 46 unidades escolares do campo, 41 já estão participando do prêmio e divulgando seus projetos, ações e iniciativas de alunos e professores.

Uma dessas instituições de ensino, a Escola Estadual Agrícola José Porfírio de Souza, localizada na cidade de São Salvador, região Sul do Tocantins, está participando do Selo, com três projetos. São ações que vão desde a promoção da leitura e da escrita, ao melhoramento de técnicas de plantio de hortaliças e frutas.

A gerente de Educação do Campo e Quilombola da Seduc, Kátia Maria de Moraes Marques ressaltou a importância do Selo como forma das escolas mostrarem suas ações. “O Selo representa uma oportunidade para as escolas do campo apresentarem o que está sendo realizado. Destaco o envolvimento das unidades escolares que estão mobilizadas para participarem do Selo e compartilharem suas experiências”, frisou.

Canteiros de aprendizagens

O diretor da Escola Estadual Agrícola José Porfírio de Souza, Lucione Souza Batista explicou que um dos projetos escritos é o plano de estudos, que é desenvolvido na escola de forma multidisciplinar. “A cada semestre escolhemos um tema, como meio ambiente, agricultura familiar, água, entre outros. Depois de ler e discutir sobre o tema, os alunos entrevistam pessoas da comunidade e escrevem textos sobre o que aprenderam. No segundo momento, eles compartilham o conhecimento adquirido, convidam pessoas da comunidade para falar sobre o tema e depois escrevem um novo texto abordando as novas descobertas e aprendizagens. Dessa forma, promovemos uma constante produção de textos”, explicou.

Outro projeto é a Geladeiroteca. Os estudantes reformaram uma geladeira velha e colocaram no corredor da escola, com livros da literatura infanto-juvenil e gibis. O objetivo é promover o acesso á leitura. E para valorizar aqueles alunos leitores, a escola premia os estudantes que criam o hábito da leitura e apresentam bom desenvolvimento. No último semestre, a instituição de ensino distribuiu 120 certificados para aqueles que se destacaram.

Para promover conhecimento técnico e experiências agrárias, a escola desenvolve o projeto de Sistema Agroflorestal, no setor de produção da escola. O projeto, que está dando bons resultados, consta de um plantio consorciado entre hortaliças, frutas e tubérculos, que são consumidos na escola e vendidos na comunidade. Os recursos são revertidos para melhorar o sistema de produção. Atualmente, a escola produz alface, rúcula, coentro, cebola, abóbora e frutas como manga e laranja.

“Está sendo uma experiência importante para os alunos realizarem experimentos, isto é, eles preparam a terra, plantam, observam o desenvolvimento das plantas, e utilizam apenas adubos naturais, como esterco de gado e o pó de rocha. É um projeto que permite melhorar a alimentação escolar, estimular hábitos alimentares saudáveis, trabalhar conceitos de educação ambiental, despertar o pensamento crítico e valoriza o trabalho em equipe”, esclareceu o diretor.

Essa experiência com o sistema agroflorestal, a escola está compartilhando com os produtores rurais da região. “A nossa intenção é levar o resultado do nosso trabalho e experiências para 10 famílias”, contou o diretor Lucione.

A Escola Estadual Agrícola José Porfírio de Souza atende 180 alunos matriculados do 6º ao 9º ano, no ensino fundamental, ensino médio e no curso técnico em agropecuária. Além dos projetos citados, a escola trabalha com uma horta convencional, uma pocilga, aviários, produção de leite e estão sendo desenvolvidos projetos de fruticultura com a produção de abacaxi e bananas. A escola funciona com a pedagogia da alternância.

Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227 / WhatSapp: (63) 98471-7540

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.