logo

Conecte conosco

Em Pedro Afonso, Polícia desarticula tráfico e apreende drogas

O desdobramento teve 15 alvos na manhã desta sexta-feira.

Na manhã desta sexta-feira (26), a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), com apoio do  Grupo de Operações com Cães (GOC) da Polícia Militar do Tocantins,  realizaram buscas, prisões e apreensões em Pedro Afonso distante 178,7 km da capital. As ações fazem parte de mais uma etapa da Operação Hórus, organizada pelo Ministério da Justiça.

Foram encontradas e apreendidas duas armas longas de fabricação caseira, tipo espingarda. Os cães do GOC localizaram 1,5 kg de maconha e 600 gramas de cocaína,  balanças de precisão, além de quantia em dinheiro em espécie e insumos para embalar a droga.
Foram realizados três flagrantes por tráfico de substâncias entorpecentes, outro de posse de arma de fogo, dois Termos Circunstanciados por uso e porte de drogas.

“Grande parte da operação foi realizada pela 1ª Divisão de Narcóticos da Polícia Civil do Tocantins (Denarc-TO) que esteve na região e fez os levantamentos dos alvos, como localização dos pontos de boca de fumo e tráfico de drogas. Essa operação representa bastante para a comunidade, uma vez que, o tráfico de drogas estava incomodando bastante a sociedade”, explicou o delegado de Pedro Afonso, Bernardo Rocha .

Investigações
O levantamento de informações e as investigações preliminares duraram cerca de 40 dias e foram realizadas pela 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (DENARC – Palmas) em conjunto com as 49ª e 50ª  Delegacias de  Polícia de Pedro Afonso. As investigações partiram de inúmeras denúncias dos moradores e que o tráfico vinha perturbando a tranquilidade da cidade.

Após o levantamento de informações, os alvos foram identificados e os delegados representaram junto ao Poder Judiciário, que deferiu os pedidos de buscas.  Cerca de 60 policiais foram mobilizados para a cidade. Um dos endereços  está situado em Bom Jesus do Tocantins, nos arredores de Pedro Afonso.

De acordo com o delegado Nivaldo Antunes Siqueira, lotado na delegacia do município,  “a operação é uma demonstração da capacidade de logística e captação de informações da Polícia Civil”, ressaltou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.