logo

Classificados para a final do Gurufestival 2019 são anunciados

Nesta sexta-feira, 15 de novembro, chegando ao fim da programação do Aniversário de 61 anos de emancipação política de Gurupi, a comunidade gurupiense prestigiou a 2° noite da Edição 2019 do Festival da Canção de Gurupi, o Gurufestival, que foi aberta ao som do instrumentista tocantinense, produtor musical, compositor e jurado do Festival, Paulo Henrique Braga, que na sua apresentação homenageou os músicos J Bulhões e Mateus Aguiar (in Memoriam) e arrancou aplausos da plateia. Ao final das apresentações foram anunciados os classificados para a final do Festival. 

Mais dez intérpretes subiram no palco na segunda noite do GuruFestival. O primeiro candidato foi o Luís Carlos Pinheiro, que veio de Grajaú/MA pela segunda vez e apresentou a música de sua composição, “Terra”. O segundo a se apresentar foi Carlos Rêgo, de Brasília, também pela segunda vez no GuruFestival. Ele interpretou a canção “Desvalida”.

Os gurupienses Dito Albuquerque e Paraíba foram os terceiros a se apresentarem, com a música de autoria do Dito Albuquerque, “O que virá depois”. Ronai Nava, que veio de Cuiabá/MT, foi o 4°. Ele interpretou a canção “Linha Imaginária” composta por José Roberto Corrêa Ribeiro.

A 5° apresentação da noite foi realizada pelas intérpretes gurupienses Ana Lúcia e Clara Garcia, com a canção “Se o penhor da liberdade” escrita por Selma Terra. Letra que trouxe uma mensagem de luta pela democracia e de desejo por igualdade de justiça para todos. A 6° canção apresentada, de autoria e interpretação de Zebeto Corrêa, que veio de Belo Horizonte, foi “A luz de uma canção”.

Chermont Jr, do Amapá, interpretou a canção “Mandingueiro do Norte”, música de sua autoria em conjunto com o Raimundo Nonato da Motta. 7° apresentação da noite que trouxe uma abordagem sobre a vida sofrida do homem do sertão. Para ele é “uma satisfação muito grande participar pela segunda vez desse grande festival”, disse.

“Eu, a viola e o guizo” foi a 8° canção da noite, cantada por Luth Peixoto. Em seguida subiu ao palco Keila Lipe, que veio de Palmas e interpretou a canção da autoria de Lucimar, “Cantador de Coração”. E encerrando as apresentações, o cancioneiro gurupiense José Dalton Falcão tocou a canção instrumental de sua autoria, “Choro para o pai”.

O professor José Roberto, presidente da Academia Gurupiense de Letras (AGL), avaliou de forma positiva a 2° edição do GuruFestival. “Todas as apresentações foram muito boas, principalmente às dessa segunda noite. Canções belíssimas e interpretações que nos surpreenderam”, declarou.

O prefeito  de Gurupi, Laurez Moreira ressaltou a participação de músicos de diversas partes do Brasil. “O GuruFestival sempre nos surpreende com tantos talentos e com a participação de músicos de todo o Brasil e isso nos deixa muito feliz. A recompensa de realizar essa festa é o seu sucesso, bem como ver a população gurupiense festejando conosco”, disse.

A 2ª noite do GuruFestival foi encerrada ao som da Banda Pedra de Fogo e participação de Chico Chocolate.

Classificados

Os classificados para a final foram os músicos Clara Garcia/Ana Lúcia, Zebeto Corrêa, Keila Lipe, Saulo Moscardine, Kesia Carvalho, Chico Chocolate, Chermont Jr, Braguinha Barroso, Josifran e Grupo Sonarte.

Neste sábado, 16, acontece a grande final. As dez músicas classificadas serão apresentadas e o júri técnico decidirá quais serão os vencedores desta 2° edição do Gurufestival.

Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227 / WhatSapp: (63) 98471-7540

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.