logo

Conecte conosco

Cerca de 160 mil famílias recebem descontos na conta de luz no Tocantins

Desconto chega até 65% para Baixa Renda e de até 100% para Indígenas e Quilombolas

Cerca de 25% dos 640 mil consumidores do Tocantins possuem desconto na conta de energia através da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), programa do Governo Federal que possibilita abatimento de até 65% conta de luz e até de 100% para indígenas e quilombolas. Ao todo, são quase 160 mil famílias estão enquadradas e usufruindo do benefício. Além desses clientes, outras 88 mil famílias tocantinenses se enquadram no programa e podem receber o desconto após atualização cadastral junto ao CRAS do munícipio.

“Neste período de clima mais quente e seco, o consumo de energia elétrica tende a aumentar e, por isso, a gente reforça aos clientes que procurem manter o CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais atualizado. Assim, a Energisa consegue identificar os consumidores que podem ser incluídos automaticamente no programa e as famílias possam receber esses descontos nas faturas de energia”, explica a coordenadora comercial da Energisa Tocantins, Andrea Albernaz.

O Tarifa Social beneficia famílias com renda mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa; famílias com portador de doença que precise de aparelho elétrico para o tratamento – nesse caso com renda mensal de até três salários-mínimos; e famílias indígenas, quilombola ou com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada. A classificação dos beneficiados é determinada pela Resolução Normativa nº 1000/2021 da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, órgão regulador do setor elétrico.

Aquelas famílias que já estão com o cadastro atualizado junto ao CadÚnico, mas ainda não recebem o desconto na fatura, podem conferir na própria conta de luz se podem receber o benefício. “Por isso, é importante que o cliente observe a fatura de energia para identificar se já tem o benefício cadastrado. Nesse caso, no campo Classe/Subclasse da fatura estará escrito: ‘Residencial/Baixa Renda”, enfatiza a coordenadora. Já os clientes que não conseguirem realizar o cadastro único, precisam procurar o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, da sua cidade.

Os descontos são proporcionais ao consumo de energia elétrica do imóvel. Quanto menor o consumo, maior o desconto. Sendo assim, para o consumo de até 30 kWh mensais, o desconto é de 65%. De 31 kWh a 100 kWh, 40%; de 101 kWh a 220 kWh, 10% e a partir de 221 kWh, o cliente não recebe o desconto.

Para os clientes quilombolas e indígenas, o cálculo é diferente: até 50 kWh mensais, o desconto é de 100%. De 51 kWh a 100 kWh, 40%; de 101 kWh a 220 kWh, 10% e a partir de 221 kWh, não há desconto.

Consumo Consciente 

Mesmo estando cadastrados no programa Tarifa Social e recebendo o desconto, é importante que os tocantinenses fiquem atentos a economia de energia no período de estiagem. “É muito comum que os aparelhos de refrigeração, como a geladeira, trabalhem mais nesta época do ano. Como o calor é mais intenso, sempre que a geladeira é aberta, ela precisa trabalhar mais para resfriar o ar quente que entra. Pequenas atitudes podem ajudar a manter a conta de luz sob controle, até para quem não se enquadra no programa social”, explica a coordenadora.

Outro ponto importante a ser destacado é a segurança. “A manutenção da fiação elétrica das casas é essencial não apenas para evitar a chamada fuga de energia, mas para manter a segurança das famílias. Contrate sempre um profissional especializado se desconfiar que o consumo aumentou muito rápido, pois pode ser que os cabos de energia estejam desgastados”, orienta Andréa.

Para mais informações sobre o Programa Tarifa Social de Energia Elétrica, consumo consciente ou segurança com a rede elétrica, o cliente pode entrar em contato por um dos canais de atendimento da Energisa:

 – Aplicativo Energisa On (disponível para iOS e Android)

– Assistente virtual Gisa – www.gisa.energisa.com.br

www.energisa.com.br

– Facebook.com/energisa

– Twitter.com/energisa

– Agências de atendimento presencial da sua cidade

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.