logo

Atacante Vinicius Jr. refaz teste para Covid-19 após resultado inconclusivo e não treina por protocolo

O atacante Vinicius Junior não participou do treinamento do Real Madrid nesta quinta-feira por conta de um problema com seu último teste para a Covid-19. O exame, realizado na última quarta, teve resultado inconclusivo, e o brasileiro teve que refazê-lo para afastar a possibilidade de testar positivo para o novo coronavírus. Mas, por conta do protocolo do Campeonato Espanhol, Vinicius não pôde estar presente no CT de Valdebebas.

A ausência, naturalmente, chamou a atenção, e Zidane foi questionado em entrevista coletiva pelo motivo. O técnico, então, explicou e disse que está à espera do novo resultado – que deve sair na tarde desta quinta-feira – para saber se o atacante poderá atuar contra o Alavés, na sexta, às 17h (de Brasília). O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

* Não é que ele tenha coronavírus, é que, às vezes, ao fazer o exame se dá um erro, e precisa repetir. Foi feito pela manhã, e à tarde saberemos o resultado. Não há problemas, e o lógico é que esteja conosco amanhã – disse o técnico.

Os cuidados quanto à possível circulação do coronavírus no elenco também levaram o Real Madrid a afastar temporariamente o atacante Jovic, que está lesionado. O bósnio está isolado em casa depois de receber a visita de um amigo – que, depois, testou positivo para a Covid-19. A imprensa espanhola trouxe a notícia à tona, e Zidane confirmou o problema na coletiva.

* Vocês têm a informação, e, como não queremos arriscar, ele não está conosco. São coisas que acontecem. É verdade que ele não está muito feliz, sobretudo com a lesão. Mas é um jogador muito bom, um atacante que faz gols, mas não jogou muito. Contamos com ele para o próximo ano. Houve pequenas coisas, mas como jogador é bom – afirmou Zizou, diante dos rumores de que o jogador pode deixar o clube.

Apesar das dúvidas, Zidane poderá contar com o retorno de Hazard na próxima partida, uma vez que o belga treinou normalmente, após sobrecarga muscular.

* Ele não tem medo, mas é a terceira recaída, e o incomoda um pouco. Aqui há quem saiba muito mais que eu, e a imagem (exame) está limpa, está perfeito. Mas as dores são normais depois de um jogo ou treino forte. Ele não tem medo e quer ajudar o time, e estará conosco amanhã (sexta).

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.