logo

Anuário da segurança pública aponta crescimento nas mortes violentas e estupros no Tocantins

Estado também teve aumento no número de mortes por intervenção policial. Anuário Brasileiro da Segurança Pública faz comparativo entre os anos de 2017 e 2018

O Tocantins está entre os estados em que houve crescimento no número de mortes violentas intencionais. Os casos subiram de 379 para 420. Os dados são do Anuário Brasileiro da Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (11) e fazem um comparativo entre 2017 e 2018. Também houve aumento no número de estupros.

O estado teve o segundo maior percentual no número de mortes violentas intencionais, 10,5%, perdendo apenas para Roraima. Também houve aumento no número de mortes decorrente de intervenção policial, subindo de sete para 14 em apenas um ano.

A 13ª edição do Anuário da Segurança Pública foi feito a partir de dados das próprias secretarias estaduais de segurança pública ou defesa social, além de informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O Tocantins também teve um grande aumento no número de estupros e tentativas de estupros, passando de 594 para 792, entre 2017 e 2018. Um aumento de 32,9%. Por outro lado, houve queda na quantidade de feminicídio, de 32 para seis.

Os dados também mostram aumentos no número de furtos de veículos (de 1.544 para 1.982), roubos de veículos (817 a 1083).

Apesar dos aumentos, os dados apontam que o estado aumentou o investimento na segurança pública em 56,6%, passando de R$ 22,7 milhões para R$ 35.4 milhões.




Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.