logo

Alunos e professores de quatro escolas da rede estadual são premiados na Fecit 2019

A festa de premiação foi realizada na noite deste sábado, 21, e contou com a presença da secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar.

Alunos e professores da Escola Padrão de Brejinho de Nazaré, Escola Família Agrícola de Porto Nacional, Colégio Militar Unidade II, de Palmas e Centro de Ensino Médio de Taquaralto, tiveram seus projetos premiados na Feira de Empreendedorismo, Ciência, Inovação e Tecnologia (Fecit). A festa de premiação foi realizada na noite deste sábado, 21, e contou com a presença da secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar.

Da Escola Padrão de Brejinho de Nazaré, As alunas Daline Nunes, Daniele Loise e Warlenia Soares, além da professora Kátia Simone, ganharam troféu na categoria Melhor Banner Fecit 2019. Elas confeccionaram o material de apresentação em tecido, substituindo o plástico, e também ficaram em 3º lugar na categoria ensino médio com o projeto ‘Empreendedorismo: Um Mundo de Possibilidades’.

Já os alunos Murilo Santos, Emannuel Oliveira e Gabriela da Silva, juntamente com o professor Álvaro Fernandes ficaram em 2º lugar nessa mesma categoria, com o projeto ‘Carregador Portátil Através de Energia Solar’, do CEM de Taquaralto.

O projeto ‘Extintores Veiculares Automáticos (EVA)’, idealizado pelos alunos do Colégio Militar de Palmas Unidade II, David Hércule, Isaias Pereira e Jodacy Neres, e que contou com orientação do professor Jadson Xavier, ficou na 1º colocação na categoria Ensino e garantiram, além de medalhas, as credenciais para participarem representando o Tocantins, na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), realizada pela USP, em São Paulo.

Na categoria Ensino Técnico Médio Integrado, os vencedores foram Vitor de Souza, Taiza Bezerra, Brenna Soares e a professora Ana Paula Ribeiro Alves, da Escola Família Agrícola de Porto Nacional. Elas apresentaram o projeto ‘Mapeamento da Variabilidade de Ervas Daninhas na Cultura da Melancia’ e garantiram medalhas e credenciais para participarem Expo – Engenharia que acontece na Costa Rica.

A titular da Seduc, professora Adriana Aguiar, disse que a feira é uma oportunidade de socialização entre educação básica, ensino superior, professores, alunos e pesquisadores. “É uma valorização do que acontece dentro de nossas salas de aulas e da forma que nossos professores fomentam a pesquisa, ciência e tecnologia com nossos alunos. A feira é uma excelente iniciativa”, ressaltou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.