logo

Homem suspeito pela prática de homicídio tentado é preso pela Polícia Civil em Paraíso do Tocantins

Ele é suspeito pela prática de uma tentativa de homicídio contra uma mulher, ocorrida em agosto deste ano.

Na tarde desta sexta-feira, 18, policiais civis da Divisão Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Núcleo de Paraíso do Tocantins, coordenados pelo delegado Bruno Baeza, efetuaram a prisão de um indivíduo de iniciais H.M, de 43 anos de idade. Ele é suspeito pela prática de uma tentativa de homicídio contra uma mulher, fato ocorrido no dia 18 de agosto do corrente ano e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva quando se encontrava em um posto de combustíveis, naquele município.

Conforme apontaram as investigações da Polícia Civil, no dia dos fatos, H.M estava em um bar, localizado no Jardim Paulista, por volta das 3h da madrugada quando em determinado momento começou a discutir e agredir sua namorada que também se encontrava no local. Em meio à confusão, as pessoas que estavam próximas conseguiram conter o agressor que então entrou em sua camioneta e saiu na companhia de um amigo.

No entanto, minutos depois, o investigado voltou a bar e, armado com um revólver calibre 38, passou a efetuar disparos, sobretudo, em direção ao grupo de pessoas que haviam separado sua briga com a namorada. Em decorrência do fato, um projétil atingiu a boca de uma mulher que se encontrava no local, causando-lhe graves ferimentos. Instantes depois, H.M empreendeu fuga e a vítima foi socorrida até o Hospital Regional de Paraíso do Tocantins, onde foi medicada e dias depois recebeu alta.

Imediatamente, as equipes da DEIC passaram a investigar o fato e conseguiram identificar H.M como sendo o autor do crime. Os policiais civis também descobriram que o indivíduo passou a ameaçar a vítima de forma constante. Diante dos fatos, o delegado Bruno Baeza representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do indivíduo, a qual foi decretada e cumprida nesta sexta.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.