logo

Esquecidos pela Prefeitura de Formoso do Araguaia, assentados do P.A. Pirarucu constroem ponte em regime de mutirão

A que tudo indica, a população de Formoso do Araguaia não vai sentir saudades da administração do prefeito Wagner da Gráfica quando ele tiver que entregar a Prefeitura para o seu sucessor.

Na verdade, o povo de Formoso conta os dias para a saída do prefeito. Todos têm esperança que o próximo gestor da cidade consiga reverter o caos em que a administração pública se encontra.

Mesmo com a falta de competência na gestão municipal, a população de Formoso do Araguaia não fica simplesmente de braços cruzados. Ao contrário, vai à luta por dias melhores.

Um bom exemplo disso é o que ocorreu no Assentamento Pirarucu, localizado numa região completamente desassistida pelo poder público municipal, sem estrada, sem acesso a saúde e sem apoio para desenvolver qualquer atividade econômica.

Diante do abandono por parte do poder público, a própria comunidade em mutirão, liderada pelos agricultores Valdivino Alves de Aguiar e Zacarias Cézar Aguiar, resolveram construir uma ponte sobre o Rio Piraruca, na divisa entre os municípios de Formoso do Araguaia e Figueirópolis, tudo, sem o mínimo de apoio e recursos do município.

Trata-se de uma iniciativa corajosa, sem nenhum apoio por parte da administração do prefeito Wagner da Gráfica que parece ignorar simplesmente o clamor dos moradores da cidade que administra.

Segundo seu Valdivino, só do Assentamento Pirarucu são 28 famílias, além de várias outras que serão beneficiadas com a construção desta ponte, inclusive que fazem parte do município de Figueirópolis que se limita com o de Formoso do Araguaia.

Ainda de acordo seu Valdivino, são mais de 18 anos de sofrimento em que nesta época do ano com as chuvas, o acesso é muito difícil tendo que andar a pé um percurso de mais de 5 km por causa da necessidade desta ponte, onde sentiu a necessidade de arregaçar as mangas e ir à luta em busca deste sonho que hoje é realidade e benefício não apenas para ele, mas para todos da região.

Com uma extensão de 20 metros de cumprimentos e 3 de largura, a nova ponte que passou a fazer parte daquela região, tem a base construída toda no ferro e cimento, e por cima com tábuas, sendo que a maior parte de todo o material saiu do próprio bolso dos idealizadores, “Só árvores eu comprei mais de 30 de fazendeiros da região”, lembra seu Valdivino. A outra parte do material foi doada por voluntários que sensibilizaram com a necessidade dos moradores daquela região.

Lembrando que durante todo o processo de construção, desde o seu início, a obra foi acompanhada e orientada de perto pelo vereador e Mestre de obra da cidade de Alvorada do Tocantins Djacy Ferreira Lima.

E hoje, dia 15/02 foi a inauguração desta tão sonhada obra com direito a carne assada e refrigerantes. Estiveram presentes na inauguração autoridades como o Advogado Ronison parente de Formoso do Araguaia e o vereador e mestre de obra da ponte Djacy Ferreira Lima da cidade de Alvorada que também deram a sua contribuição voluntária para que o sonho daquelas famílias tornasse realidade.

Veja o vídeo:

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.