logo

Jovem médico tocantinense é encontrado morto com marcas de vários tiros em Goiás

Gabriel era médico residente em ortopedia e traumatologia no Hospital do Exército.

O jovem médico tocantinense Gabriel Costa Lima, de 29 anos, foi encontrado morto na madrugada do último sábado (13) em uma estrada vicinal próximo à Cachoeira dos Cristais na Chapada dos Veadeiros, em Valparaíso de Goiás.

A família de Gabriel é natural de Minas Gerais, mas mora há vários anos em Augustinópolis, região norte do Tocantins. O médico era residente em ortopedia e traumatologia no Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, Gabriel foi atingido com pelo menos quatro disparos de arma de fogo nas costas, costela, nuca e bochecha, provavelmente efetuados por uma arma calibre 32.

O delegado plantonista Yasser Yassine disse que os locais dos disparos sugerem uma execução. “A suspeita é de execução pelo modus operandi do crime. Esses tiros na nuca e na bochecha nos leva a crer isso. Se fosse um assalto, não teria necessidade desses disparos. Porém, não descartamos outras hipóteses”, disse o delegado ao G1 Goiás.

Ainda segundo os investigadores, próximo ao local onde o corpo foi encontrado havia sido realizada uma festa no dia anterior, mas, conforme o delegado, ainda “não é possível saber, nesse primeiro momento, se ele estava na festa”.

A perícia já foi realizada, mas o delegado não repassou informações detalhadas sobre o procedimento para não atrapalhar as investigações.

Segundo a mãe do médico, Lucíola de Alvim Costa, o enterro deve ocorrer às 8h desta terça-feira (16) em Augustinópolis, município tocantinense onde a família vive há 26 anos.

A mãe conta que o Exército liberou o jovem para que fizesse um curso em Brasília. Na quinta-feira (11), véspera do feriado de Nossa Senhora Aparecida, ele fez o último contato telefônico com sua mãe.

“Ele disse que não conhecia a região da Chapada dos Veadeiros e que iria aproveitar o feriado para conhecer. Sempre fez trilhas. Ele gostava muito, tinha curso de mergulho, sempre visitou esses lugares, então isso não me trazia preocupação porque ele era acostumado”, disse ao G1 Tocantins.

O corpo foi encontrado na entrada de mata ao lado do local de festa na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás

O corpo foi encontrado na entrada de mata ao lado do local de festa na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás / Foto: Reprodução TV Anhanguera

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.