logo

Conecte conosco

Governo do Tocantins lança oficialmente programa Foco no Fogo 2022 como estratégia para combater queimadas

Intuito é controlar e combater as queimadas por meio de ações preventivas

O governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, juntamente com equipe da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), lançou, oficialmente, o programa Foco no Fogo 2022. O programa conta com 32 instituições que compõem o Comitê Estadual de Prevenção e Controle às Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê do Fogo), visando prevenir queimadas e orientar a população sobre educação ambiental.

O governador parabenizou todas as frentes que atuam no combate às queimadas e reforçou a importância e a atenção desse trabalho. “Uma das atitudes mais corretas é o combate ao incêndio, nós temos que ter todo o cuidado nesse combate. Temos áreas preservadas, são lugares que, todo ano, sofrem queimadas e isso nos entristece. Em 2022, queremos uma força-tarefa e pedimos atenção para combater as queimadas no Estado. Vamos iniciar este programa imediatamente, pois assim podemos mudar essa triste realidade”, afirma Wanderlei Barbosa.

Foco no fogo

Definido anteriormente como Dia D de Combate às Queimadas em 2021, o programa é renomeado Foco no Fogo e, desde 2020, trabalha por meio de campanhas publicitárias, spot em rádios, ações educativas de prevenção a incêndios florestais, atividades voltadas a orientar, sensibilizar e conscientizar a população sobre prevenção, controle e combate às queimadas. Durante a execução, várias áreas privadas são visitadas pelas equipes do programa.

“Temos vários parceiros da iniciativa privada e também das esferas municipal, estadual e federal, vamos fazer um bom ano de projeto e nossas frentes estarão preparadas. Este ano é bem propício para a queimada, trabalharemos arduamente para combatê-las e nosso serviço de educação ambiental vai ajudar muito o pequeno produtor. Vamos às comunidades e iremos alertá-los”, afirma a secretária da Semarh, Miyuki Hyashida.

Assim como nos anos anteriores, nesta edição, serão realizadas palestras, ações ambientais, coleta de dados e atividades sociais com os municípios. As ações têm como foco agropecuaristas, produtores rurais, empresários, munícipes e demais entes envolvidos com incêndios rurais no Tocantins.

Queimadas no Estado

O Tocantins apresentou baixa no número de queimadas no ano passado. Segundo dados do Ministério Público Estadual (MPE), o Estado teve uma redução superior a 30% de queimadas em áreas de propriedade rural durante o período de estiagem em 2021, em comparação com o mesmo período de 2020.

Os dados coletados são referentes ao período mais quente e seco no Tocantins, entre os meses de julho e outubro, e apontaram que em 2020, foram queimados 2.442.408 hectares, enquanto em 2021 foram registrados 1.651.177.

Os números são resultados de ações preventivas do Estado e também das atividades do programa que, este ano, espera reduzir ainda mais os números. Para isso, o número de cidades envolvidas nas operações do Foco no Fogo será ampliado. Antes, 33 cidades passavam pelas visitas das equipes; agora, 60 municípios estão inclusos no plano de trabalho do programa. Outra novidade está nas novas instituições parceiras, como o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/TO), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Agência Tocantinense de Transportes e Obras do Tocantins (Ageto).

“Os números do ano passado foram surpreendentes. Antes, o Tocantins sempre estava nas primeiras posições dos estados que mais registravam queimadas; atualmente, estamos na 8ª posição, isso é resultado de um forte trabalho de educação ambiental. Vamos exatamente onde tem o foco de incêndio e, este ano, a pedido do Governador, ampliaremos a quantidade de cidades no programa, e, com os novos parceiros, faremos campanhas e blitz educativas nas rodovias para prevenir ainda mais as queimadas”, reforça a secretária executiva da Semarh, Karynne Sotero.

Termo de Cooperação Técnica

Durante o lançamento, o Chefe do Executivo Estadual assinou o Termo de Cooperação Técnica n° 03/2022, para conjugação mútua de esforços na execução do projeto Foco no Fogo 2022, que garante as diretrizes e as atribuições das instituições parceiras no programa. O termo foi assinado em conjunto com a Semarh, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), o Corpo de Bombeiros Militar (CBMTO), o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), a Energisa Tocantins e a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro).

Com o reforço superior de 30 veículos terrestres, das instituições parceiras, e um helicóptero, após o lançamento do programa, as equipes já foram a campo e vão percorrer propriedades localizadas na zona rural de Palmas.

“Estamos saindo mais cedo a campo, buscando mais parceiros e envolvendo setores públicos e privados para que possamos combater o fogo. O nosso objetivo é defender a natureza, o nosso território, o setor produtivo e a sociedade como um todo”, reforça o governador Wanderlei Barbosa.

Participaram do lançamento do programa, secretários de Estado; deputados estaduais e federais; presidente do Naturatins, Renato Jayme; comandante-geral do Corpo de Bombeiro, coronel Carlos Eduardo Farias; comandante-geral da Polícia Militar e da Polícia Militar Ambiental, coronel Silva Neto e tenente-coronel Alex Simas Queiroz, respectivamente; desembargadores de justiça; coordenador do Caop de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma), procurador de Justiça, José Maria da Silva Júnior; e o diretor de Relações Institucionais da Energisa, Alankardek Ferreira Moreira.

Programa visa prevenir queimadas e orientar a população sobre educação ambiental – Luciano Ribeiro/Governo do Tocantins

Com mais de 30 veículos terrestres, das instituições parceiras, e um helicóptero, após o lançamento do programa as equipes já foram a campo – Inácio Neto/Governo do Tocantins

Participaram do lançamento do programa, secretários de Estado; deputados estaduais e federais, presidentes de autarquias e órgãos ligados ao setor de proteção ambiental – Luciano Ribeiro/Governo do Tocantins

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.