logo

Com mais de quatro mil casos de coronavírus, Araguaína decide reabrir praias e feiras

Cidade é a mais afetada pela pandemia no Tocantins e atualmente está com todos os leitos de UTI do hospital regional ocupados. Decreto permite inclusive a realização de ‘pequenos acampamentos’.

A prefeitura de Araguaína, cidade mais afetada pela pandemia do novo coronavírus no Tocantins, decidiu liberar o funcionamento das praias, ilhas fluviais e algumas das feiras. A medida está em um decreto assinado pelo prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) e publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (3).

O texto especifica que a permissão é para as ilhas e praias do rio Araguaia, situadas na região do povoado Garimpinho. Segundo o decreto “Nas ilhas e praias demarcadas somente serão admitidas a colocação de estruturas móveis e pequenas, do tipo tenda e guarda sol, as quais serão montadas e desmontadas no mesmo dia”.

Há ainda a autorização expressa para a realização de “pequenos acampamentos” nas demais ilhas e praias, que não estiverem demarcadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente. Não há detalhamento de qual tamanho de acampamento é considerado pequeno pela prefeitura.

Araguaína é a cidade mais afetada pela pandemia de Covid-19 no Tocantins — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Araguaína é a cidade mais afetada pela pandemia de Covid-19 no Tocantins — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Sobre as feiras, foi autorizada a realização das de alimentos do Mercado Municipal, do Entroncamento e do Bairro JK. As demais continuam suspensas. Os feirantes com mais de 60 anos não podem trabalhar.

Pelos dados mais atualizados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, Araguaína tem 4.175 casos confirmados de coronavírus e 60 mortes pela doença. Nesta sexta-feira (3) o painel da SES indica que todos os leitos de UTI destinados ao atendimento de pacientes com a doença no Hospital Regional da cidade estão ocupados. A cidade tem outros leitos no Hospital Municipal de Campanha e em unidades particulares, o painel não indica a ocupação destes hospitais.

As praias da região do Garimpinho ficam distantes do centro da cidade, a cerca de 145 quilômetros, mas ainda dentro do território do município. Elas são muito visitadas durante o mês de julho, quando tradicionalmente é realizada a temporada de praias do estado.

Araguaína é a segunda cidade a liberar a utilização de praias durante a pandemia no Tocantins. Também nesta sexta-feira, a prefeitura de Peixe, no sul do estado, anunciou medida semelhante na praia da Tartaruga.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.