logo

Conecte conosco

Cidadania e Justiça recebem doação de 2 mil kits de higiene pessoal da Igreja Universal destinado a pessoas privadas de liberdade

A ação faz parte da Campanha Nacional ‘Universal nas Prisões (UNP)’ que leva assistência religiosa e material a custodiados de diversas unidades penais do Brasil

A Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional recebeu da Igreja Universal, na manhã desta sexta-feira, 28, 2 mil kits de material de higiene pessoal para uso dos custodiados assistidos pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) para ser distribuídos em diversas unidades penais do Estado. Os kits são fruto da campanha nacional ‘Universal nas Prisões (UNP)’ que presta assistência religiosa e material a pessoas privadas de liberdade em todo Brasil.

Para o superintendente dos Sistemas Penitenciário e Prisional da Seciju, Orleanes Alves, “a ação religiosa faz parte do plano de Reestruturação do Sistema Penal do Tocantins por meio do Programa Mais Reintegração, que é uma determinação do Governador Mauro Carlesse ao secretário Heber Fidelis, que busca cada vez mais parceiros como a UNP que faz um belo trabalho no Estado”, destaca o gestor que nesta manhã, juntamente com o representantes da Igreja Universal, distribuíram os kits nas Unidades Penais de Paraíso, Araguaína, Cristalândia, Unidade Penal Feminina de Palmas e de Lajeado.

A responsável pelo setor de Política de Assistência Religiosa às pessoas em privação de liberdade, ligada à Gerência de Assistência Educacional e Saúde ao Preso e Egresso da Seciju, Rosilda Barbosa, explica que o trabalho que a Universal faz nas Unidades Penais, vai muito além de uma assistência religiosa e material. “É um trabalho pautado no respeito aos direitos humanos e na valorização de cada indivíduo, além de promover o fortalecimento da fé”, destacou.

Universal nas prisões

O projeto Universal nas Prisões (UNP) acontece anualmente em todo o Brasil e só hoje estão sendo distribuídos 500 mil kits em todos os estabelecimentos penais brasileiros, com o apoio de 36 mil voluntários. O pastor Rogério Santos, responsável pelo projeto no Tocantins, explica que a Igreja Universal desenvolve esse trabalho há 30 anos no país e aqui no Tocantins há oito. “Vimos a necessidade de reforçar esse trabalho porque percebemos os resultados positivos que ele tem gerado. Nesses oito anos, muitos saíram do Sistema Penal com outra mentalidade devido ao apoio espiritual que receberam e estão trabalhando e cuidando de suas famílias”, reforça.

O chefe da Unidade Penal de Paraíso, Leandro Oliveira de Sá, também reconhece a ação de forma positiva. “Ações como essa significam um olhar de atenção e de cuidado da instituição religiosa para com as pessoas privadas de liberdade, gerando nelas o sentimento de valorização. Demonstra também a importância da participação das entidades não governamentais na execução penal”, enfatiza o gestor da unidade.

Um dos custodiados da Unidade Penal de Paraíso que recebeu os kits, L.R.S., falou agradecido. “Com certeza vai nos ajudar sim e o trabalho espiritual também nos leva a ficar bem formados para voltar para a sociedade”, finaliza.

Assista o vídeo:

 

 

 

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.