logo

Homem é suspeito de matar a mulher e se enforcar em seguida.

Crime ocorreu na Vila Abajá, em Goiânia; vizinhos dizem que casal vivia junto há 30 anos. Outros seis homicídios foram registrados na capital e Região Metropolitana.

Um mecânico de 51 anos é suspeito de matar a própria mulher, uma técnica de enfermagem de 49, e se matar em seguida, na Vila Abajá, região oeste de Goiânia, na noite de quarta-feira (20). De acordo com a Polícia Militar, o homem se enforcou logo após cometer o crime.

Vizinhos ficaram assustados, já que dizem que o mecânico e a técnica de enfermagem estavam juntos há cerca de 30 anos. “Nunca teve briga, nem vexame, nada desse senhor aqui”, disse um homem, que não quis se identificar. “Nunca esperei isso, nunca. Eu estou surpreendida”, disse outra vizinha.

O caso é investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), mas ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Outros homicídios
A noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira (21) foi violenta na Região Metropolitana de Goiânia.

Na capital, além da morte da técnica de enfermagem, um homem foi assassinado a tiros no Setor Faiçalville, um no Residencial Buena Vista III e outro, de 42 anos, no Jardim Curitiba III. Segundo a PM, esse último, que foi esfaqueado, tinha passagens por furto, roubo, porte ilegal de armas, e estava foragido do regime semiaberto, já que cumpria pena por estupro.

Em Aparecida de Goiânia, três homens foram mortos a tiros, sendo um no Setor Expansul, um no Bairro Independência e outro no Jardim Nova Era. Segundo o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), os suspeitos dos crimes estavam em carros ou motocicletas. Ninguém foi preso.

Um dos sete homicídios ocorreu no Jardim Curitiba III, em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Parceiros:
Pro_3

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.