logo

Conecte conosco

“SER MÃE É SER SUSTENTÁCULO DA FÉ”, defende Eli Borges

Como defensor da vida, sou também um defensor da maternidade, um defensor das mães. A virtuosidade da mulher, apontada na Bíblia, se manifesta na abnegação desse ser capacitado por Deus para exalar o amor e representar o Espírito Santo na estrutura da família.

Muito tentam descaracterizar essa data e desqualificar a posição de uma mãe. Afrontar as mães é investir contra as bases da sociedade. Por esse motivo, Deus nos chama a proteger o direito da mulher em ter no zelo por seu lar o mais fidedigno significado de empoderamento.

Obrigado a minha esposa Maria Ulysses, por todos os dias, desempenhar com excelência essa poderosa missão. Louvo a Deus pela oportunidade que tive ao ser educado por minha mãe Leonidas Dias, que deixou no coração de todos nós, seus filhos, um legado imensurável e quero registrar a admiração e carinho pela minha sogra Diolina Maria de Sousa.

Nas sagradas escrituras, quando Paulo escreve a Timóteo ele faz referência a “fé não fingida que habitou em sua avó Lóide, e em sua mãe Eunice”. Essa passagem revela que ser mãe é ser sustentáculo da fé para as famílias, de geração em geração. É um ato de resistência contra os ardis de satanás. Como revela o livro de Provérbios, a força e a honra são o seu vestido. Um Feliz Dia das Mães!

Eli Borges, deputado federal.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.