logo

Conecte conosco

Sebrae realiza Dia do Microcrédito para auxiliar MEIs de Gurupi

Ação ofereceu linhas de créditos para desenvolver empresas e fortalecer a economia

O Sebrae Tocantins realizou na manhã desta terça-feira, 20, o Dia do Microcrédito, em parceria com a Prefeitura de Gurupi e o Amazônia Florescer. O objetivo foi orientar sobre como melhorar os negócios dos microempreendedores individuais (MEIs), a partir do crédito com as instituições financeiras e a forma correta do uso desse recurso.

De acordo com a diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro, um dos eixos dos programas do Sebrae é o desenvolvimento dos pequenos negócios. “ Acompanhar a maneira correta de utilizar o crédito consciente é uma forma de promover o desenvolvimento da empresa e fortalecer a economia local”, destacou.

O analista do Sebrae, Francisco Ramos, ressaltou na palestra realizada aos empresários presentes que “não se pode alcançar resultados diferentes repetindo erros, já que o primeiro passo é fazer uma análise do negócio, ter estratégia, e segundo apresentar controles financeiros”, pontuou.

O coordenador de Microfinanças do Amazônia Florescer em Gurupi, Edson Gabriel, informou os valores do crédito disponível e sobre quem pode ter acesso. “Estamos fechando R$ 300.000,00 e nossa intenção é conscientizar todos microempreendedores, tanto formais, quanto informais, sem burocracia e orientado de como investir o recurso. Para isso, contamos com o apoio do Sebrae e da Prefeitura para dar oportunidades a esses clientes que, após análise, terá o crédito liberado, inclusive para negativados e pessoas físicas”, explicou.

A prefeita de Gurupi, Josi Nunes, destacou a importância da parceria para fomentar a renda no município. “Nosso parceiro Sebrae participa com a formação e orientação aos empresários, para conduzir no desenvolvimento de seus negócios, permitindo que os empreendedores tenham renda e uma vida com mais tranquilidade”, pontuou.

Dona Meire Rodrigues vende enxovais há mais de 14 anos e pretende adquirir o crédito para investir no negócio. “Eu quero ter acesso a esse recurso, pois muitas pessoas começam e desistem por não ter o capital necessário e, hoje, temos essa grande oportunidade aqui em Gurupi”, comemorou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.