logo

Conecte conosco

Polos de Educação Indígena da Regional de Paraíso alinham melhorias pedagógicas e estruturais

A Diretoria Regional de Educação (DRE) de Paraíso atende mais de mil estudantes indígenas em nove escolas, e três extensões

Visando ofertar uma educação pública de qualidade para todos os estudantes do estado, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vem fazendo investimentos no atendimento pedagógico e na estrutura física das unidades escolares. Com esse intuito, a Diretoria Regional de Educação (DRE) de Paraíso, reuniu, na terça-feira, 28, os responsáveis pelos polos da educação indígena para discutir ações relacionadas às melhorias do ensino ofertado.

A DRE Paraíso atende mais de mil estudantes indígenas em nove escolas, e três extensões: Malua, Kumanã, Krumare, Ereheni, Hery Hawa, Weheria Karajá, Iny Webohona, Wyapri e Irôm Kâm Cô.

Conforme o diretor regional, Neivon Bezerra, a atuação da Educação é um processo contínuo, que sempre poderá ser aperfeiçoado. “Nosso foco é garantir o ensino, respeitando a cultura e fortalecendo os costumes, de acordo com as especificidades dos povos indígenas”, afirmou o diretor.

Wesley Santos Barros, que atua como responsável pelo polo educacional indígena, destacou as reformas em execução nas escolas indígenas: Kumanã e Maluá, como importantes avanços para os estudantes.

Já a supervisora da Educação Indígena na DRE Paraíso, Vilma Lopes, enfatizou a relevância da comunicação constante com as unidades de ensino para o sucesso da aprendizagem e a preservação da cultura e dos saberes de cada povo. “Trabalhamos com zelo e compromisso para contribuir com a educação dos indígenas de nossa região”, finalizou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.