logo

Conecte conosco

Oficina para professores da Educação Infantil é realizada por CEMEI de Gurupi

Com o uso de linguagens como a música, desenho e fantoches está sendo realizada pelo Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Josué Alves Moreira, que fica no Jardim Medeiros em Gurupi, uma oficina voltada a professoras que dão aulas do maternal I a pré-alfabetização II na unidade escolar. A oficina é interativa e aborda em formato teórico e prático conhecimentos tecnológicos e estratégias para recursos didáticos.

As aulas, que tiveram início no último dia 04, seguem até o dia 30 de julho. Nesta segunda-feira, 25, o Secretário da Educação de Gurupi, Davi Abrantes acompanhou um pouco das atividades da oficina.

“Antes a pedagogia não trazia essas oportunidades de treinamentos com a mão na massa, somente estágios supervisionados. Deixava-se de aprender alguns fundamentos pedagógicos que em muito contribuem para o desenvolvimento principalmente do professor da educação infantil. Oficinas como essa são oportunas e têm muito a fortalecer o trabalho dos profissionais que atuam na nossa rede de ensino”, analisou Abrantes.

O Secretário endossou que se prepara para repassar às equipes educacionais da rede municipal de Gurupi um resumo dos assuntos discutidos durante o encontro educacional ‘Educação para TransformAção’, que foi realizado de 19 a 21 deste mês em Gramado no Rio Grande do Sul (RS). O evento no Sul do país do qual o gestor esteve participando debateu, entre outros temas, o papel da educação na transformação da sociedade, principalmente diante do cenário da pandemia da Covid-19 que exigiu adaptações de métodos educacionais.

Conteúdo

Uma das responsáveis pela oficina em Gurupi é a diretora do CEMEI, Thays Maia, que ficou a cargo de desenvolver aulas com uma das turmas.  Ao todo 30 professores participaram da formação com turmas divididas em dois grupos.

“Levando em conta todas as lacunas que nós professores temos, pensei em ofertar essa formação para suprir a necessidade desses profissionais. Os temas abordados são variados e nesta segunda-feira foram realizados sorteios de alguns temas para os Jogos Estudantis do Tocantins (JETs) no qual o professor tinha o desafio de preparar uma aula e compartilhar com as outras colegas, pois dessa forma conseguimos otimizar o tempo, a troca de conhecimentos, inspirações e estratégias sobre dar aulas”, explicou Thays ressaltando ainda que as oficinas são preparatórias com base em questões de inapetência. “Se percebemos que a necessidade é por conhecimento tecnológico, voltamos o foco para essa área, se são relacionados a estratégias para recursos didáticos damos ênfase para esse setor. A nossa ideia com essas oficinas é capacitar e deixar as professoras mais autônomas, empoderadas do seu conhecimento, do seu lugar no espaço escolar”, pontuou a diretora.

A professora Raquel Ionara Rodrigues conta que está muito empolgada com o conteúdo ministrado na oficina e está animada para levar as novidades até a sala de aula. “Estamos tendo acesso a uma forma mais prática de dar aulas com atividade lúdicas, saindo da mesmice de colocar a criança só para desenhar ou pintar e investir nas brincadeiras educativas que é onde aprendem mais”, finalizou.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.