logo

Conecte conosco

Foco no Fogo visita mais de 400 propriedades rurais na primeira semana de ação do Projeto

As equipes deram início às ações na capital Palmas, e percorreram as cidades de Monte do Carmo, Porto Nacional e Ponte Alta do Tocantins

O Projeto Foco no Fogo concluiu nesta sexta-feira, 11, a primeira semana de visitas aos moradores da zona rural do Tocantins, levando orientações sobre  os danos que as queimadas podem trazer para a saúde da população e ao meio ambiente.

Sob a coordenação da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), as equipes deram início às ações na capital Palmas, e no decorrer da semana  percorreram as cidades de  Monte do Carmo, Porto Nacional e Ponte Alta do Tocantins.

De acordo com a diretora Karyne Sotero da Diretoria de Desenvolvimento Sustentável da Semarh (DDS), setor responsável pela logística de visitas do Projeto, “foi extremamente importante o apoio dos gestores municipais que auxiliaram as equipes disponibilizando os guias  nos deslocamentos até as propriedades, e com isso, foi possível otimizar a nossa ação”.

Realizado em parceria com as mais de 30 instituições públicas e privadas que integram o Comitê Estadual de Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins (Comitê do Fogo), o projeto realiza visitas à zona rural dos municípios que mais queimaram no último ano, de acordo com ranking do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE e dados consolidados do Centro de Monitoramento e Manejo do Fogo – CEMAF/UFT.

O secretário do Meio Ambiente de Monte do Carmo, Edilton Bezerra Monteiro, se mostrou confiante com a realização da ação na cidade. “É uma satisfação para nós receber pela segunda vez o Projeto Foco no Fogo para orientar a nossa população sobre as queimadas. Até o momento ainda não registramos nenhum foco de incêndio na região, e com o suporte das equipes esperamos conscientizar os moradores e manter o nosso município fora dos índices de queimadas”, disse.

Além de promover a educação ambiental por meio de orientação e sensibilização, durante as visitas as equipes vão identificar e propor alternativas de práticas sustentáveis, como o Manejo Integrado do Fogo (MIF), e informar sobre como proceder nos casos de incêndios.

A dona de casa Gercilene Moura de Araújo, moradora da zona rural de Ponte Alta do Tocantins, recebeu a visita das equipes e apresentou o trabalho de prevenção que já realiza anualmente. “Aqui na minha chácara a gente tem consciência dos riscos que um incêndio pode trazer, por isso, eu e meu esposo tomamos todos os cuidados possíveis para evitar que o fogo entre aqui. Fazemos o aceiro negro que é eficiente e previne a queimada em nossa propriedade”, pontuou.

Para o produtor rural  morador do município de Porto Nacional, José Passarinho do Nascimento, “receber as orientações sobre os perigos das queimadas é relevante para a diminuição dos focos nas proximidades da propriedade e assim evitar prejuízos como perda de animais e patrimônio, uma vez que meus vizinhos também receberam as mesmas instruções”, destacou.

Além de levar orientação e educação ambiental sobre prevenção e combate às queimadas, o projeto Foco no Fogo em parceria com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), e Secretaria de Saúde do Tocantins têm realizado durante as visitas a entrega de cestas básicas e kits de prevenção contra o Coronavírus (Covid-19) para as famílias carentes da zona rural.

Nesta primeira semana, participaram das ações representantes da Agência de Defesa Agropecuária – Adapec, Defesa Civil Estadual, Exército Brasileiro, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Prefeituras Locais, Guarda Ambiental de Palmas, Fundação Meio Ambiente (FMA), Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Energisa e Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

O Projeto Foco no Fogo segue com os trabalhos, obedecendo todos os protocolos de segurança e prevenção contra o Coronavírus, realizando visitas às propriedades rurais até o mês de agosto. Ainda serão atendidos com as ações os municípios de Brejinho de Nazaré, Miranorte, Miracema, Lajeado/Pedreira, Aparecida do Rio Negro, Novo Acordo, Rio Sono, Paraíso, Pium, Pedro Afonso, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Peixe, Gurupi, São Félix, Mateiros, Arraias, Paranã, Almas, Icatajá, Goiatins, Filadélfia, Luzinópolis, Angico, Riachinho, Ananás e Lizarda.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.