logo

Demandas apresentadas pela Coapa serão avaliadas, garante secretário da Agricultura

A Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa) recebeu nesta quarta-feira, 3, o secretário Estadual da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, César Halum.

Na ocasião, o presidente da cooperativa, Ricardo Khouri, acompanhado de conselheiros e da diretoria executiva, apresentou demandas dos produtores rurais cooperados, com destaque para o fim da taxação sobre o frete para transporte de grãos e a recuperação das estradas para facilitar o escoamento da produção agropecuária.

Para Khouri, o Governo do Tocantins deve garantir segurança jurídica e executar políticas públicas de incentivo aos produtores para que haja crescimento na produção de grãos. “O produtor não pode ser taxado no transporte do produto no mercado interno para abastecer as fábricas de ração”, ressaltou o presidente esclarecendo que seria inimaginável pensar numa “indústria integradora” de carne de suínos e aves, por exemplo, taxando a produção de milho, sorgo e soja. “Essas indústrias provavelmente se instalarão em Goiás ou sul do Maranhão e Pará”, destacou com preocupação.

O projeto de desenvolvimento estratégico do estado inclui atividades econômicas como a avicultura e a suinocultura como geradoras de emprego e renda. A informação é do secretário César Halum que destacou como “fator limitante” a essa expansão a pouca produção de milho no estado. “As medidas que o governador Carlesse tem tomado na área tributária, são todas de incentivo à produção. Portanto o ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] do milho para o mercado interno a 0% é um exemplo estratégico disso”, afirmou.

Infraestrutura

Além do incentivo à produção, Khouri também reforçou a necessidade de investimento público na manutenção e conservação de estradas vicinais. Em relação a essa demanda já antiga, Halum salientou que “o governo também tem suas dificuldades”, mas que tem discutido isso cotidianamente com o governador Mauro Carlesse.

Segundo Halum, uma solução viável para a recuperação das estradas responsáveis pelo escoamento da produção no Centro-Norte tocantinense seria a criação de um fundo colaborativo, reconhecendo não ser uma “estratégia correta” a taxação ou aumento de alíquota de frete. “Discutimos com os produtores a criação de um fundo que possa permitir a recuperação de estradas com a participação de todos. O diálogo é importante agora para encontrar uma solução mais rápida e econômica para todos”, finaliza.

Agrotins

Ainda durante a reunião, os representantes da Coapa e o secretário Halum definiram que na próxima edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), que acontece anualmente em Palmas (TO), será disponibilizado um espaço para a cooperativa de Pedro Afonso recepcionar seus associados e parceiros comerciais.

Visitas

Além da sede da Coapa, em Pedro Afonso, o secretário de Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, César Halum, também visitou os dois armazéns da cooperativa, que juntos têm capacidade estática para armazenar 76 mil toneladas de grãos, e a Fazenda Júlio Maria do vice-presidente da Coapa, Alberto Mazzola, no município de Bom Jesus, onde acompanharam a colheita do milho safrinha.

“O governo está de portas abertas aos produtores e agradeço o empenho de todos, porque nós estamos tendo uma colheita recorde de milho na safrinha e isso é extremamente importante para o estado”, reforçou Halum.

Já Khouri avaliou a visita do secretário como o pontapé inicial para que o Estado implemente políticas públicas de incentivo à produção de milho safrinha. “Nos sentimos muito privilegiados e valorizados. A agroindustrialização do estado não vai se consolidar se a gente não tiver um aumento na produção de milho”, arrematou.

Participação

Além de Ricardo Khouri e do secretário César Halum, a reunião contou com as presenças do diretor de Agrotecnologia, Tecnologias Sociais e Sociobiodiversidade, Fernando Garcia; do vice-presidente da Coapa, Alberto Mazzola; dos integrantes do Conselho de Aministração da Coapa José Francisco Amaral, Luiz Gilberto Ramos, Moacir Catabriga, José Edgar de Castro Andrade e Edis Sgorla, e do gerente geral da cooperativa, Nelzivan Carvalho Neves.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.