logo

Coordenador Nacional de Polícia Comunitária visita projetos da SENASP desenvolvidos em parceria com o 4º BPM

O 4º Batalhão de Polícia Militar recebeu na manhã desta quarta-feira, 17, a visita do coronel do Exército Brasileiro – EB, José Arnon dos Santos Guerra, Coordenador Nacional de Assuntos de Polícia Comunitária da Secretaria Nacional de Segurança Pública – SENASP. Na ocasião o visitante inspecionou os projetos Mulheres da Paz e Protejo, além do emprego da Base Móvel Comunitária destinada para esta Unidade.

O coronel Guerra foi recebido no auditório do Sesc pelo comandante do 4º BPM, tenente-coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, que apresentou as forças de segurança presentes (PM e BM).  Em breve participação, o coordenador fez uso da palavra e ressaltou o motivo da sua visita, bem como explanou acerca dos trabalhos que ora se desenvolvem através da Senasp, em Brasília, com foco na prevenção criminal em todo o país.

Em seu pronunciamento, o coronel Guerra expressou grande satisfação pelo empenho das instituições parceiras dos projetos, que segundo destacou, os resultados são perceptíveis e decorrem do comprometimento dos profissionais que atuam no desenvolvimento dos processos de capacitação dos beneficiários de ambos os projetos.  Em seguida a comitiva visitou o projeto desenvolvido pelo 3º Batalhão de Bombeiros, denominado “Bombeiros Mirins”, tendo na sequencia acompanhado as ações de polícia comunitária com o emprego da Base móvel comunitária, empregada no policiamento preventivo com o apoio de uma equipe da Ciclo-patrulha.

A visita se encerrou no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) da Vila Iris, local onde são desenvolvidos os projetos Protejo e Mulheres da Paz. Durante a inspeção os alunos fizeram apresentações de ordem unida, capoeira e dança.

Para o tenente-coronel Barbosa, a visita do Coordenador demonstra a importância ações de cidadania desenvolvidas em parceria com a Polícia Militar, Prefeitura de Gurupi e a Senasp, que por sua vez destinou ambos os projetos e meios logísticos para emprego na prevenção criminal.

Sobre os projetos:

O projeto Mulheres da Paz tem como objetivo capacitar mulheres para atuarem como líderes em suas comunidades, com vistas à construção e ao fortalecimento de redes sociais de prevenção e enfrentamento de violência doméstica e urbana. Já o PROTEJO, tem como finalidade fomentar a realização de atividades de formação voltadas à prevenção e redução dos índices de violência e criminalidade, através do atendimento de jovens em situação de vulnerabilidade social.

Ambos os projetos são desenvolvidos em parceria entre o governo federal, por intermédio do Ministério da Justiça, o governo estadual, por meio da Secretaria de Segurança Pública [Assessoria de Polícia Comunitária], o 4º BPM e a Prefeitura de Gurupi, através da Secretaria de Trabalho e Assistência Social.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.