logo

Centro de Estudo de Enfermagem do HGP foca na qualidade do atendimento ao paciente

Para garantir melhor formação e principalmente proporcionar qualidade no atendimento aos pacientes, o Centro de Ensino e Pesquisa em Enfermagem (CEPEN) vem fazendo a diferença no Hospital Geral de Palmas (HGP). Criado em 2011, o órgão é vinculado à Direção de Enfermagem  e ao Núcleo de Educação Permanente (NEP) da unidade. Atualmente o Centro é responsável por treinamentos, capacitações, oficinas e atualizações referentes ao Ministério da Saúde (MS), Secretária de Estado da Saúde (SES) entre outros órgãos da área de enfermagem. A equipe é composta por enfermeiros (as) da unidade que possuem afinidade com a área da educação continuada.

Segundo a coordenadora do CEPEN, Tatiana Peres Santana Porto, o principal foco do setor é a qualificação dos profissionais de enfermagem do HGP. “Nossa intenção é manter os profissionais de enfermagem atualizados quanto às melhores práticas para que possam exercer uma assistência segura e de qualidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Dentre as ações realizadas na área de enfermagem por este centro estão as oficinas, workshops, treinamentos teóricos e práticos, rodas de conversas, indicadores de qualidade, avaliação e aprovação de projetos de pesquisas relacionadas à enfermagem do HGP,  além de participação em congressos e jornadas científicas do país”, destacou.

Outro profissional que atua na equipe, o enfermeiro Cláudio Araújo, explica que o CEPEN verifica também a necessidade de capacitação dos servidores. “Nós trabalhamos diretamente com enfermeiros e técnicos em enfermagem e, na própria rotina, percebemos a necessidade de qualificação. A Direção de Enfermagem e coordenadores podem solicitar a capacitação junto ao nosso setor e a partir disso, realizamos atualizações para qualificar os servidores. Os cursos podem ser ministrados por facilitadores do HGP, incluindo do próprio CEPEN, ou de convidados externos”, concluiu.

Um dos trabalhos executados mais relevantes para a rotina diária da unidade, relaciona o dimensionamento  necessário da equipe de enfermagem de acordo com  a classificação de pacientes de acordo com os tipos de cuidados (mínimo, intermediário, alta dependência, semi-intensivo e intensivo).

Ao participar de um treinamento realizado pelo CEPEN sobre Intercorrência Clínicas e Paradas Cardiorrespiratórias, a enfermeira da clínica médica do HGP, Thaize Rodrigues, relata que “esta capacitação é de grande valia para toda a equipe, estas situações fazem parte do nosso dia-a-dia e por isso essa reciclagem nos estudos é muito importante quando trabalhamos para salvar vidas”, destacou.

Dados

Somente em 2018 foram ofertados 56 cursos e treinamentos abordando diversos temas como:

– Atualização do sistema de classificação  de paciente;

– Resolução COFEN 527/2016;

– Prevenção de infecção na realização de curativos e lesão por pressão;

– Cuidados de enfermagem ao paciente em hemoterapia;

– Controle de disseminação de bactérias multirresistentes;

– Suporte avançado de vida na parada cardiorrespiratória;

– Curativos e coberturas;

– Divulgação dos protocolos assistenciais padrão;

– Atualização em exame físico;

– Coleta de amostra nasofaringe para diagnóstico da Influenza.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.