logo

Conecte conosco

Pipes perde monopólio na travessia de balsas entre as cidades de Xambioá TO e São Geraldo PA

A M Rodofluvial tem sede na cidade de Acará, região metropolitana de Belém (PA).

A empresa Pipes perdeu o monopólio que detinha há décadas para prestar com exclusividade os serviços de travessia por balsas em vários rios do Tocantins e em outros estados.

Uma nova empresa, a paraense M Rodofluvial Ltda, já começou a operar na travessia entre os municípios de Xambioá (TO) e São Geraldo (PA). O canal de navegação e os portos da nova prestadora de serviços já foram definidos e homologados pela Marinha do Brasil. A empresa fará a travessia inaugural neste domingo (24) e já anunciou que não haverá cobranças aos pedestres.

Detentora de uma concessão exclusiva, até então, a empresa do empresário Pedro Iran do Espírito Santo foi a única a operar por no mínimo 40 anos. A atuação da Pipes já foi alvo de questionamentos e protestos de moradores por falhas na prestação de serviços.

O termo de outorga foi concedido à empresa M Rodofluvial ainda em 2019 pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) e garante sua atuação até a conclusão da ponte sobre o Rio Araguaia, que está com as obras em ritmo acelerado.

Resolução da ANTAQ que autoriza as operações da empresa entre Xambioá e São Geraldo

Resolução da ANTAQ que autoriza as operações da empresa entre Xambioá e São Geraldo

Por enquanto, a Pipes está sem canal de navegação definido na rota Xambioá-São Geraldo e também sem porto no lado paraense. Segundo informações apuradas pela reportagem, o DNIT requisitou o ponto onde a balsa atracava por estar na zona de abrangência das obras da ponte.

A M Rodofluvial tem sede na cidade de Acará, região metropolitana de Belém (PA), e pertence ao empresário e prefeito daquela cidade, Pedro Paulo Gouveia Morais.

A chegada de uma empresa concorrente na prestação dos serviços foi comemorada por moradores e motoristas da região.

VÍDEO | MORADOR DESTACA CONCORRÊNCIA

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.