logo

Após solicitação de Eli Borges, Governo zera imposto de medicamento para AME

Tratamento com Zolgensma custa R$ 10 milhões, sendo R$ 2 milhões apenas de impostos

Através de suas redes sociais o presidente Jair Bolsonaro anunciou que a alíquota do imposto de importação para o medicamento para atrofia muscular espinhal (AME) foi zerada.

“O governo zera Imposto de Importação de medicamento para Atrofia Muscular Espinhal, que paralisa até o corpo todo. A medida beneficia crianças de até 2 anos portadoras da doença. A desoneração do medicamento, um dos mais caros do mundo, trará nova esperança às crianças portadoras”, escreveu o presidente.

A decisão do governo acontece após o deputado federal Eli Borges (SD-TO) apresentar um requerimento informal endereçado ao ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a medicação Zolgensma, usada no tratamento da AME.

Ao chegar ao conhecimento da Presidência, o pedido do parlamentar tocantinense nem chegou a tramitar na Câmara, pois a medida do governo federal fez garantir esse benefícios que beneficiará muitas famílias.

O medicamento é considerado como o mais caro do mundo, podendo custar cerca de R$ 10 milhões. Só as taxas de importação (o produto é fabricado nos EUA) são de R$ 2 milhões.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.