logo

Alunos do Gilberto Rezende apresentam poemas em dia Dia D da Língua Portuguesa

Essa sexta-feira, 26, foi dia de conhecer o talento literário dos alunos da Escola Municipal Gilberto Rezende, de Gurupi, no dia D da Língua Portuguesa. Durante todo o ano letivo os alunos estudam dentro da disciplina assuntos relacionados à literatura, a arte da escrita e processos de criação.

Nessa sexta-feira  a programação envolve quiz da língua portuguesa, soletrando, leitura dos poemas, apresentação teatral da obra Auto da Compadecida de Ariano Suassuna, autógrafo do alunos nos livros confeccionados, entre outras atividades.

A diretora da Escola, Neuza Pereira, comenta que esse Dia D da Língua Portuguesa foi pensado com o objetivo de ter um resultado melhor nas avaliações, focando na produção e interpretação de textos. Ela destaca que a interpretação exige disciplina e nada melhor do que fazer com que os alunos produzam, externem suas concepções de mundo, consequentemente isso provoca melhor  interpretação.

“Esse projeto começou no início do ano letivo e percorre o ano todo. É uma forma de envolver os alunos. Os trabalhos estarão todos em um livro que ficará na biblioteca para que os próximos alunos compreendam que é um processo muito importante e que os pais também conheçam o trabalho dos filhos, pois eles usam a nossa biblioteca”, destaca.

A professora de Língua Portuguesa, Aurea Sampaio, enfatizou a participação dos alunos e que isso é fruto de metodologias de incentivo à leitura. Segundo ela, textos são trabalhados de forma lúdica para que os alunos tenham interesse e curiosidade e isso desperta neles a vontade de produzir. Enfatiza que a Escola tem um cuidado especial para incentivar nas produções, inclusive, busca mecanismos diferenciados para envolver alunos com deficiências cognitivas para que eles também produzam.

Wian Tallyson Nunes, do 6º ano, que gosta de ler e escrever,  fez o poema com o título “as matérias”, que envolve as disciplinas matemática, língua portuguesa e educação física. Buscou rimar as palavras e isso segundo ele, se deu na forma de pesquisa das palavras para que combinassem.

Luanara Ferreira, do 7º ano, que gosta muito de ler, fez dois poemas, um sobre o bullying e uma homenagem à mãe. Sobre o bullying, ela comenta que quis passar a mensagem aos colegas de como ele pode prejudicar quem sofre, que bullying não é brincadeira, mas uma ação que traz sofrimento. Já no poema dedicado à mãe fala o que ela representa: amor e amizade.

O dia D da Língua Portuguesa envolve os alunos do pré ao nono ano e faz parte do Programa Educa Gurupi que tem como foco envolver alunos, professores e pais em ações que incentivem e melhore o processo de ensino aprendizado.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.