logo

Aluno tocantinense apresenta projeto de recuperação de córrego em evento de ideias inovadoras

O aluno Rhenan Cauê, do Colégio Estadual Osvaldo Franco, foi um dos selecionados para participar do evento Painel Jovens Transformadores Ashoka, em São Paulo

O aluno Rhenan Cauê, do Colégio Estadual Osvaldo Franco, de Araguatins, foi um dos selecionados para participar do Painel Jovens Transformadores Ashoka, que ocorre em de São Paulo, nos dias 17, 18 e 19 de maio de 2019. Na ocasião, ele estará acompanhado pela professora Ana Cláudia e apresentará o Projeto de Revitalização do Córrego Brejinho, que vem sendo desenvolvido no município desde 2018.

O projeto foi selecionado pela ONG Ashoka, por meio de um processo em busca de reconhecimento das pessoas com ideias inovadoras. A seleção foi feita por meio de entrevistas, visitas de campo e pesquisas com a comunidade para identificar o impacto causado pelas ideias dos candidatos empreendedores. Os critérios de seleção são baseados em cinco pilares: criatividade, originalidade, perfil empreendedor, fibra ética, impacto social.

O Projeto de Revitalização do Córrego Brejinho, do qual Rhenan Cauê é delegado, já é reconhecido fora do Tocantins. Em 2018, o aluno da 8º ano, do Colégio Estadual Osvaldo Franco, apresentou o projeto na V Conferência Infantojuvenil  pelo Meio Ambiente, em Sumaré (SP). No mesmo ano, Rhenan Cauê foi o terceiro colocado no concurso #TodosContraaHanseníase, realizado pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc).

Rhenan Cauê comemorou a visibilidade que o projeto vem conquistando. “Estar envolvido em um momento como esse é espetacular, pois traz perspectivas gigantescas para o projeto de Revitalização do Córrego Brejinho. Eu penso que para chegar a algum lugar precisamos nos movimentar e buscarmos aliados. Precisamos ser agentes de transformação”, propôs.

Protagonismo

Para coordenadora pedagógica do colégio, Fernanda Cruz, o destaque do trabalho de Rhenan Cauê reforça a importância da valorização do protagonismo juvenil. “Ele busca agora, contribuir de forma significativa e responsável com a sociedade em que vive e sua contribuição é mediada pelo conhecimento que a escola proporciona a ele. O nosso objetivo é replicar essas experiências educacionais”, ressaltou.

De acordo com a professora Cleidiane Bispo, o diferencial do projeto é a execução continua. “Já realizamos a limpeza do córrego, fizemos um mapeamento dos pontos críticos, realizamos uma audiência pública e estamos conseguindo envolver a comunidade, sensibilizando a população para os cuidados com o córrego, estamos. O projeto também está no PPP [Projeto Político-pedagógico] da escola”.

Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: contato@portaldoamaral.com.br – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227 / WhatSapp: (63) 98471-7540

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.