logo

Três não obedecem abordagem e morrem em confronto com a Polícia Militar em Luzimangues

Três indivíduos morreram após confronto com a Polícia Militar neste último domingo, 19, em Luzimangues, distrito de Porto Nacional/TO. Segundo a PM, tudo começou quando os homens não obedeceram tentativa de abordagem por policiais da Força Tática do 5º Batalhão.

De acordo com a Polícia Militar, os indivíduos que ocupavam um automóvel Fiat Línea, preto não obedeceram a abordagem de policiais em Porto Nacional. A PM informou que ao avistarem a PM, na TO 255, os homens saíram em alta velocidade e realizaram disparos de arma de fogo contra os policias. Logo em seguida, os suspeitos abandonaram o veículo e fugiram, informou a Polícia Militar.

Ainda de acordo com a PM, a segurança foi reforçada com policiais do 8º BPM, de Paraíso, e do 1º e 6º Batalhões de Palmas, bem como das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM) e Grupo de Operações com Cães (GOC), também da Capital, para realizar buscas aos indivíduos. Foi feito o cerco e através do levantamento de informações, apurou-se que os autores receberam apoio de outro veículo e foram transportados até uma propriedade no Assentamento Terra Prometida, na zona rural de Luzimangues, distrito de Porto Nacional.

Segundo a PM, foi constatado que o local era de propriedade do irmão de um dos envolvidos, sendo que este possuía extensa ficha criminal. A equipe da Polícia Militar fez buscas no terreno e localizou os acusados, que confrontaram os policiais mais uma vez com diversos disparos de arma de fogo, de acordo com a Polícia Militar. “Foi necessária a utilização proporcional da força para conter a agressão contra os militares, onde os autores acabaram sendo atingidos. Eles foram encaminhados para o Hospital Geral de Palmas (HGP), porém não resistiram”, informou a PM/TO.

A suspeita, segundo a PM, é de que os envolvidos faziam parte de uma quadrilha que cometia diversos assaltos na região. A Polícia Militar apreendeu armas, munições e o veículo. A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil para as devidas apurações.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.