logo

Silas Malafaia permite carnaval dentro da igreja e coloca bloco na rua

No fim do culto desde último domingo (3), O Pastor Silas Malafaia anuncio uma novidade em sua igreja que surpreendeu a muitos fiéis da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. O Pastor de uma que já foi a mais tradicional das igrejas, apresentou a bateria escola de samba de sua própria igreja e a pôs para tocar dentro do culto antes do fim.

Antes da apresentação Silas Malafaia explicou que o grupo era composto por pessoas de sua igreja que aprenderam com mestre escola de samba para que pudessem se apresentar com perfeição. Malafaia contou que o grupo na verdade seria uma estratégia de evangelismo da igreja para ganhar almas.

Ele contou que no ano de 2018, mandou o grupo a primeira vez na rua no carnaval e cerca de 500 pessoas aceitaram Jesus ou voltaram pra igreja. O Bloco de Carnaval chamado de Reação, tem até dançarinas e pessoas que fazem teatro enquanto o grupo toca. Depois do fim do culto de carnaval, o grupo vai as proximidades os eventos de carnaval do Rio para tocar e pregar.

Malafaia permitiu que o grupo se apresentasse dentro da igreja e os membros caíram no samba e pareceram gostar muito da novidade. Antes de orar pelo grupo abençoando sua ida a rua, Silas Malafaia deu uma dura em internautas que assistiam pela internet o culto e comentaram negativamente.

O pastor fez questão de dizer que quem está criticando é “fariseu, religioso e está sentado com a bunda no sofá sem fazer nada”, esses foram os termos do pastor já exaltado. Ele ainda afirmou que a “língua do falador não vale mais que alma do pecador” e que por isso, não iria se intimidar com os comentários críticos a atitude de coloca um bloco de carnaval na rua. Malafaia ainda ressaltou a habilidade dos músicos do bloco que foram evangelizar debaixo de chuva e estando passíveis de enfrentar todo o tipo de reação das pessoas na rua. Ele incentivou e abençoou o grupo.

 

Deixe o seu comentário abaixo.

 

Veja o vídeo:

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.