logo

Por motivos de ciúmes da mãe, homem é suspeito de matar a própria filha ainda bebê no Tocantins

Ele foi cortar carrinho de bebê e machucou a criança, diz polícia. Objetivo seria amedrontar a mulher, que dançava com amigas em festa.

Um homem foi preso na madrugada deste domingo (31) na zona rural de Nova Olinda, região norte do Tocantins, suspeito de matar a própria filha durante uma confraternização. Larissa Manuela de Souza tinha apenas 10 meses.

Segundo informações da Polícia Civil, Leonardo Oliveira de Souza, de 23 anos, estava bebendo junto com a companheira e outras pessoas no povoado Campo Alegre, próximo da cidade.

Testemunhas disseram à Polícia Militar que durante a madrugada, por volta das 2h30, a mulher começou a dançar com algumas amigas. Souza teria ficado com ciúmes e pegou uma faca para amedrontar a mulher.

Ainda segundo a PM, ele desferiu um golpe contra o carrinho onde a criança estava. A menina foi atingida na cabeça e parte do pescoço. Ela foi levada para o Hospital Municipal de Nova Olinda, mas não resistiu e morreu.

Durante interrogatório na Central de Flagrantes de Araguaína, norte do Tocantins, o suspeito disse que queria assustar a companheira e resolveu cortar o carrinho. Ele afirmou que não sabia que a criança estava lá, disse a polícia.

Após o crime, o suspeito saiu do local e foi para a casa de um parente no mesmo povoado. Ele foi encontrado pela PM dormindo. Depois de ser autuado em flagrante por homicídio, Souza foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína.

O corpo da criança está sendo velado na tarde deste domingo (31) no município de Barra do Ouro, região norte, onde vivem os parentes da mãe.

___

Parceiros:

Par_02

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.
error: Conteúdo protegido!!