logo

População desenterra carga de carne bovina estragada

Alimento que estava sendo transportado caiu na pista e foi considerado impróprio para o consumo pela Vigilância Sanitária de Soure.

Moradores de Soure, na ilha do Marajó, no Pará, desenterraram nesta segunda-feira (25) uma carga de carne decretada imprópria para o consumo pela Vigilância Sanitária do município. O caso foi confirmado pelo prefeito da cidade Guto Gouveia.

De acordo com o prefeito, na tarde da segunda-feira (25) um veículo que transportava carne bovina sofreu um acidente de trânsito na cidade. Parte do alimento que estava sendo transportado acabou caindo na pista. Técnicos da Vigilância Sanitária condenaram parte da carga e a enterraram em um terreno.

Logo após o serviço ser concluído, parte da população da área foi ao local para tentar desenterrar a carga. As pessoas foram contidas por seguranças particulares. No final da tarde, um grupo maior de pessoas apareceu e conseguiu desenterrar o alimento.

“Chegou um grupo grande de pessoas portando facões e até arma cartucheira, o que intimidou os seguranças particulares, que não puderam fazer nada. A polícia foi acionada, mas também não conseguiu evitar o saque da carne estragada”, contou Guto Gouveia.

Ainda de acordo com o prefeito de Soure, foi registrado um boletim de ocorrência sobre o caso e sobre a invasão ao terreno. O caso será investigado.

Caminhão de transporte de carne tombou e carga caiu no estrada. Moradores se aglomeraram em busca de pegar a carga (Foto: Dário Pedrosa/ Arquivo Pessoal)

Caminhão de transporte de carne tombou e carga caiu no estrada. Moradores se aglomeraram em busca de pegar a carga (Foto: Dário Pedrosa/ Arquivo Pessoal)

Caminhão frigorífico tombou na estrada e atraiu população (Foto: Dário Pedrosa/Atquivo Pessoal)

Caminhão frigorífico tombou na estrada e atraiu população (Foto: Dário Pedrosa/Atquivo Pessoal)

Fonte: G1 / Pará
Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.