logo

Polícia Civil prende suspeitos de latrocínio ocorrido em posto de saúde em Araguaína

A Polícia Civil (PC), através da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR) de Araguaína, prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, um homem, 24 anos,  suspeito da autoria do latrocínio que ocorreu em março de 2017, em um posto de saúde do referido município. A vítima foi um paciente que estava aguardando na fila de atendimento e foi assassinado na frente da filha de oito anos, da esposa e do bebê de colo. Um segundo suspeito, 26 anos, foi preso na tarde da quarta-feira, 20, em Goiânia, com o apoio da Delegacia Estadual de Capturas de Goiás (DECAP).

Segundo o delegado responsável pelo caso, Breno Eduardo Campos, a Polícia chegou aos suspeitos através de investigações realizadas a partir de imagens do sistema de monitoramento de câmera do posto de saúde. “A partir daí, os investigadores foram para campo a fim de identificarem os latrocidas”, explicou. O crime aconteceu enquanto os suspeitos entraram no posto de saúde para roubar a arma de um vigilante que trabalhava no local como segurança. Os possíveis autores do crime estavam foragidos desde então.

O homem que foi preso em Araguaína será encaminhado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), enquanto o suspeito que está preso em Goiás deve ser recambiado para o Tocantins após autorização judicial.

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.