logo

header-ad

 Mãe de menina que sumiu desabafa: 'ninguém sabe o que estou passando'

Sione de Oliveira diz que se sente julgada e desconfia do ex-namorado. Laura Vitória, 9 anos, está desaparecida há 11 dias em Palmas.

“Ninguém sabe o que estou passando”. O desabafo é de Sione Pereira de Oliveira, mãe de Laura Vitória de Oliveira, 9 anos, desaparecida há 11 dias em Palmas. À TV Anhanguera, a mulher falou sobre o sumiço da filha, disse que se sente julgada e que desconfia do ex-namorado. A criança desapareceu no dia 9 deste mês quando saiu de casa para ir a um supermercado comprar milho, no setor Lago Sul.

Sione disse que as pessoas desconfiam dela. “Cada dia que passa, um escuta uma conversa aqui e vai indo. Cada vez que chega a um ouvido, só vai aumentando a conversa. Gente, por favor, pare. Deixe a polícia resolver isso.”

Ela revelou que suspeita do ex-namorado. Ele viajou para o Mato Grosso no dia em que a Laura desapareceu. “Pelo fato de ele não comparecer, pelo fato de a polícia estar atrás dele e ele não dar notícia, para mim ele já é um suspeito.”

A mãe confirmou que namora um presidiário acusado de homicídio e que está preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas, mas disse que não desconfia do homem. “Não tenho suspeita alguma dele porque ele nem conhecia minha filha.”

Ela justificou ainda que não mora com a Laura porque a menina e a avó sempre foram apegadas e ela não quer separar as duas. À pedido do delegado, Sione fez exames que podem dizer se ela é usuária de drogas.

Homem agredido
O delegado responsável pelo caso alertou para o problema das redes sociais, dos vídeos e comentários compartilhados sem provas. Em uma filmagem divulgada na web, um homem de camiseta vermelha aparece perto de Laura, dentro do supermercado, onde ela foi vista pela última vez.

Homem que aparece nas imagens foi agredido e pediu proteção policial (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O vídeo termina de repente, sem mostrar o homem ou a menina saindo do supermercado e induz o internauta a pensar que ele pode ter relação com o desaparecimento de Laura.

Para o delegado, a filmagem não prova nada e só serve para tirar o foco do que realmente interessa. Kennup informou que o homem foi agredido na rua e foi à delegacia pedir proteção policial.

Entenda
Laura Vitória saiu de casa por volta das 10h30 de sábado (9) para ir a um supermercado e desapareceu. Ela mora com a avó na região sul da capital. As imagens das câmeras de segurança do estabelecimento mostram quando a menina entra no local. Ela fica por alguns minutos e depois sai com uma sacola na mão. Depois, ela não foi mais vista.

Parceiros:

Pro_3

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.