logo

Justiça realiza mutirão para atender vítimas de acidentes em Araguaína

A Justiça está realizando mutirões mensais em Araguaína, no norte do Tocantins, para atender as vítimas de acidentes que buscam receber o seguro de trânsito de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

O objetivo dos mutirões é a agilidade no julgamento do processo. O poder judiciário atendia cerca de 20 pessoas por semana antes dos mutirões, mas durante o evento chegam a ser atendidas até 230 pessoas por dia.

“Os advogados entram com processo e nós pegamos pela ordem cronológica de entrada e marcamos mensalmente. Então a cada mês são 200 audiências”, afirma o juíz Deusamar Alvez Bezerra.

Em Araguaína no ano passado foram pagos R$ 2 milhões em indenizações. A expectativa é que esse ano o valor seja maior, já que o poder judiciário quer aumentar o número de mutirões.

“Anteriormente a seguradora não fazia acordos porque os laudos eram feitos pelo IML e depois questionava o próprio laudo. Agora com o convenio feito com o Tribunal de Justiça, a seguradora disponibiliza o médico perito e a perícia é feita em juízo. Se estiver tudo certinho faz acordo e se não estiver vai para o julgamento”, diz o juíz.

O lavrador Wanderley Silva sofreu um acidente de moto em outubro do ano passado. Já são quatro meses que está com perna quebrada e sem trabalhar veio de Campos Lindos para tentar resolver o mais rápido possível a situação. “Não tem sido fácil não. A gente trabalha na roça.”

Assim como Silva, centenas de pessoas foram atendidas nas audiências. O atendimento dura cerca de cinco minutos.

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.