logo

header-ad

Justiça cobra plano de desocupação de garimpo no Mato Grosso

O governo de Mato Grosso (MT) foi notificado sobre a decisão judicial que determina a desocupação e o isolamento do garimpo ilegal instalado na Serra da Borda, próximo ao município de Pontes de Lacerda.

A partir da notificação, a Justiça Federal deu 15 dias de prazo para que a União e o estado de Mato Grosso apresentem um plano de desocupação da área, e medidas para evitar o retorno dos garimpeiros.

De acordo com informações do governo mato-grossense, as forças estaduais aguardam o planejamento operacional do Ministério da Justiça e, também, do Ministério da Defesa para cumprir a ordem judicial.

Os crimes cometidos na região do garimpo vão ser investigados pela Polícia Civil do Mato Grosso. Já a Polícia Militar deve aumentar a fiscalização na área com ações voltadas para a apreensão de drogas e outros produtos ilícitos.

O garimpo ilegal na Serra da Borda, em Pontes de Lacerda, chegou a atrair cinco mil pessoas entre garimpeiros profissionais e aventureiros. No dia 16 de outubro, o juiz Francisco de Moura Júnior, da Justiça Federal em Cárceres, decretou o fechamento do local. Em novembro houve a primeira tentativa de desocupação.

___

Parceiros:

Pro_3

Fonte:
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.