logo

header-ad

Juizado Especial e Cejusc de Gurupi se destacam pela produtividade

A rotina cartorária eficaz e a prolação de centenas de sentenças está contribuindo para uma breve solução processual no Juizado Especial Cível e Cejusc de Gurupi. Além de cumprir a Meta 1, que evita a formação de estoque de processos nas varas e juizados, o incentivo a desjudicialização de conflitos também contribui para uma maior celeridade na prestação jurisdicional.

Na região sul do estado, a magistrada Maria Celma Louzeiro Tiago tem conquistado excelentes resultados no Juizado Especial Cível de Gurupi e no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da mesma comarca. De janeiro a agosto deste ano, a juíza bateu a meta de julgar mais processos de conhecimento do que os distribuídos em 2017, no Juizado Especial Cível, e alcançou 111,92% no grau de cumprimento da Meta 1. Já em relação ao Cejusc, o índice alcançado neste mesmo período foi de 108,7%.

Para a magistrada, o resultado positivo deve-se ao empenho dos servidores em realizar uma rotina cartorária eficiente e, desta forma, reduzir o tempo de cumprimento dos atos processuais. “A demanda aumentou consideravelmente no Cejusc e no Juizado Especial Cível de Gurupi, tanto processual quanto pré-processual, o que tem exigido cada vez mais uma gestão dinâmica”, ressaltou.

Juizado

Com taxa de congestionamento em 50,46%, o Juizado Especial Cível de Gurupi já se aproxima do resultado alcançado no fim do ano passado, quando o índice atingiu a marca de 40,05%. A boa relação entre a quantidade de processos solucionados pela Justiça em relação aos que tramitaram no período, segundo a magistrada, é resultado de uma gestão maior nas execuções e cumprimento de sentenças. “Destaco maior celeridade principalmente às execuções, através da otimização de rotinas cartorárias e de uma gestão participativa, em que todos são protagonistas. As equipes estão motivadas, conscientes da importância de uma prestação jurisdicional célere e efetiva, por isso respondem com empenho e presteza a todas as novas determinações judiciais”, frisou.

ParceirosCejusc

No Centro Judiciário de Soluções de Conflitos de Gurupi, este ano foram realizadas 1.214 audiências nas varas cíveis, de Família e Fazenda Pública; além de 643 procedimentos pré-processuais. Segundo a coordenadora do Cejusc, os bons resultados são frutos de diversas ações para agilizar a prestação jurisdicional, com destaque para o empenho dos servidores que atuam como conciliadores. “A equipe se adaptou rapidamente ao surpreendente aumento de demandas e alcançamos esses índices graças a dedicação dos conciliadores e voluntários no trabalho diário, em ações como os mutirões realizados periodicamente e os projetos de Justiça Móvel de Trânsito e a Oficina de Parentalidade”, afirmou a juíza Maria Celma Louzeiro Tiago.

Fonte:
Jonas Amaral

Jonas Amaral - RP Nº: 911 - DRT / TO - Diretor Geral e Editor Chefe do Portal do Amaral – E-Mail: [email protected] – Tel. (63) 98471-7540 / 99975-7227

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não a do Portal do Amaral. Compartilhe suas opiniões de forma responsável, educada e respeitando as opiniões dos demais, para que este ambiente continue sendo um local agradável e democrático. Obrigado.